Texto: Eduardo Micheletto | Apesar dos inúmeros esforços realizados pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de São Paulo, a campanha de vacinação contra a febre amarela atingiu apenas 56,6% da população paulista, atingindo um total de 5,2 milhões de pessoas e ficando abaixo da meta, que era inicialmente de 9,2 milhões. Estes números baixos, traduzem a o aumento de mortes (125) e de pessoas contaminadas (345).

Para bater a meta, a Secretaria Municipal de Saúde irá prorrogar a campanha até o dia 30 de maio, além de ampliar o número de postos de atendimento, agora as 466 Unidades Básicas de Saúde espalhadas por todos os distritos da capital estarão realizando a vacinação.

febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por vetores. Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos. As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso. A maioria dos infectados se recupera bem e adquire imunização permanente contra a febre amarela

Então não perca tempo, procure o posto de Saúde mais próximo de sua residência e tome a vacina. Sua saúde agradece!!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here