Espaço com brinquedos para crianças com direito a desfile da escola de samba Acadêmicos do Tatuapé. Festejo na Cidade Tiradentes faz sucesso entre os moradores do bairro

Fotos retiradas da página de Facebook: facebook.com/cidtiradentescom/

Moradores da Cidade Tiradentes, localizada na zona leste da capital paulista, desfrutaram de um final de semana cheio de samba numa das principais vias do bairro. A edição do Carnaval de Rua de 2018, que ocorreu no sábado (3) e no domingo (4), reuniu a população aos blocos carnavalescos da região e as escolas de samba, como Gaviões da Fiel e a Acadêmicos do Tatuapé – campeã de 2017 do Grupo Especial de São Paulo.  Além disso, o espaço na Av. dos Metalúrgicos dispôs de um recanto com brinquedos para as crianças do distrito e do público visitante.

Paetês, serpentinas e ambulantes fizeram parte desta folia, que integra os 491 blocos que deverão tomar as ruas da cidade durante o mês de fevereiro. Para saber mais sobre os preparativos, o Grupo Acontece de Jornais e Revistas entrevistou o Prefeito Regional da Cidade Tiradentes Ozziel Evangelista de Souza, que falou sobre algumas particularidades desde a concepção da festa no distrito até o dia deste evento tão expressivo para a cultura brasileira:

Prefeito Regional Ozziel Souza.

Acontece: Quando começou o planejamento para os preparativos do Carnaval de Rua na Cidade Tiradentes?

Ozziel: O planejamento começou logo na primeira semana de janeiro, levando em conta a experiência de 2017. Quando eu assumi [ano passado], as informações não estavam batendo e até me disseram que não haveria o carnaval. Mesmo assim, nós conseguimos organizar o Carnaval há menos de três semanas para o início das festividades, mobilizando a PM (Polícia Militar), CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e outros órgãos.

Fizemos reuniões com as lideranças e blocos carnavalescos da Cidade Tiradentes até conseguir realizar um Carnaval em que todos viriam de forma positiva. E esse segundo [ano de gestão] ainda teve um maior tempo de execução, fazendo com que saísse ainda melhor. Acredito que o terceiro ano de gestão será ainda melhor, pois, vamos aprendendo com os erros e os acertos.

Acontece: Além da Prefeitura Regional Cidade Tiradentes, as ações do carnaval foram frutos de parcerias público-privadas em prol desta manifestação cultural?

Ozziel: A parceria ocorreu com os grupos carnavalescos da Cidade Tiradentes, além dos ambulantes e vendedores cadastrados, que passaram por um curso ofertado pela vigilância sanitária para a participação desta ação. Fora os empresários, que contribuíram com camisetas e brinquedos para as crianças.

Carnaval de rua Cidade Tiradentes 2018GRES Acadêmicos do Tatuapé

Publicado por CidTiradentes.com em Domingo, 4 de fevereiro de 2018

Acontece: Durante os dois dias, cerca de quantos foliões participaram do evento?

Ozziel: Tivemos uma participação bacana. Podemos estimar que em torno de 2 mil pessoas durante o sábado  e cerca de 1500 no domingo. Fora o público rotativo nesses dias, o que pode ter resultado de 4 mil a 5 mil carnavalescos.

Acontece: Quais foram às atrações do Carnaval de Rua na Tiradentes?

Ozziel: Teve a participação de oito blocos de rua, Acadêmicos do Tatuapé e da Gaviões da Fiel.

Acontece: Em sua opinião, qual a importância do Carnaval de Rua?

Ozziel: A importância é a participação popular. A população realmente foi à rua e houve a integração com as escolas de samba de grande porte, como a Acadêmicos do Tatuapé, que foi a campeã no ano passado. A participação da torcida organizada do Corinthians de forma pacífica e agregando com tantas outras pessoas que torcem por outras equipes.  Além dos comerciantes e empresários da Cidade Tiradentes, que acreditaram no projeto e de, alguma forma, participaram direto ou indiretamente apoiando o evento.

Acontece: Você sente que o carnaval deste ano na Cidade Tiradentes se popularizou mais entre os moradores do bairro se comparado às edições passadas?

Ozziel: Acredito que houve uma experiência e amadurecimento das escolas de samba da Tiradentes, blocos carnavalescos e da população, que procuraram compreender e entender esta festa popular com traços democráticos. Com o tempo ela vem se aperfeiçoando cada vez mais, não porque é a minha gestão, mas no ano passado já houve uma integração entre todos mesmo que em curto tempo e, nesse ano, houve uma dedicação maior pela questão de termos mais tempo. A conclusão é muito positiva! Deixando aquele ar de que, no próximo ano, será ainda melhor e terá novas manifestações culturais.

Acontece: O que você destacaria dessa edição?

 Ozziel: Foi à questão da organização no que tange a segurança, pois, bloquear uma das avenidas principais, como a Metalúrgicos, é difícil. Lá tem escolas, feiras e uma grande movimentação. Nesses dois dias, a questão de envolver a interligação entre um terminal ao outro também exigiu orientação e comunicação para os moradores e motoristas. Acredito que com um espaço organizado e protegido é possível trabalhar com perfeição no Carnaval de Rua de Cidade Tiradentes.

Texto: Henrique Santos | Fotos: Portal Cid Tiradentes.com | Entrevistado: Prefeito Regional Ozziel Souza | Diagramação: Bruno Rosa

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here