Crianças de até 3 anos esperam, em média, 25 dias para conseguir uma vaga em creches. Região também aparece como melhor no atendimento de 98% da demanda.

Uma criança que está na fila da vaga em creches no distrito de Guaianases, na Zona Leste de São Paulo, espera, em média, 25,5 dias, enquanto as crianças com até 3 anos de idade que residem na Vila Andrade, região do Morumbi, na Zona Sul, aguardam 441,52 dias. A diferença entre a pior e a melhor é de 17,28 vezes. Os dados são do Mapa da Desigualdade.

Já demanda de vagas em creches, que é o percentual de matrículas efetuadas em relação ao total de inscritos, inclusive o pedido de vagas que não foram atendidas, indica o mesmo cenário – Clube Esportivo cria Núcleo de Direitos Humanos -. Guaianases aparece como o melhor distrito com 98,60 da demanda atendida e Vila Andrade é o pior com 39,01 da demanda em creches.

Se compararmos o ano de 2013, segundo dados anterior do Mapa da Desigualdade, vemos que, no geral, o índice melhorou. A demanda de vagas atendidas em creches era de 2,66 em 2013 passou para 2,53.

O atendimento nas creches municipais, que é o número de matrículas nas creches direta, indiretas e conveniadas por habitante com faixa etário de 0 a 3 anos, indica que Engenheiro Marsilac (Zona Sul) é o melhor distrito com índice de 0,98 – Mais respeito por Guaianases -. A República (Centro) ficou em último nesse quesito com índice de 0,012.

“A sensação que a gente tem é que existem algumas demandas muito fortes que não estão sendo atendidas e isso tem relação com a infraestrutura de educação local. É muito importante para a cidade ter o orçamento regionalizado da cidade para saber o investimento efetivo no serviço de educação em determinado lugares”, afirmou Jorge Abrahão, coordenador-geral da Rede Nossa SP.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here