O cargo mais importante será o de Julio Semeghini, coordenador do programa de transição e que será secretário de Governo, o equivalente à Casa Civil nos governo federal ou estadual. É um aliado de longa data do governador Geraldo Alckmin.

Bruno Covas – secretário das Prefeituras Regionais, atual Secretaria de Coordenação das Subprefeituras. Atualmente deputado federal, o vice-prefeito eleito é um possível nome do PSDB para a sucessão de Alckmin em 2018. Também é cotado para concorrer à prefeitura em 2020, já que Doria promete que não vai concorrer à reeleição.

Wilson Pollara – o secretário de Saúde escolhido por Doria é o cirurgião Wilson Pollara, que atualmente é secretário-adjunto na Secretaria Estadual de Saúde, comandada pelo infectologista David Uip.

Cid Torquato – foi escolhido para comandar a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. Cid atualmente é secretário-adjunto da Secretaria de Pessoas com Deficiência da gestão de Geraldo Alckmin.

Anderson Pomini – advogado especializado em direito eleitoral, será o secretário de Negócios Jurídicos. Pomini foi o advogado de campanha do empresário, que foi alvo de dezenas de ações e representações.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here