Dizem que, nós, seres humanos, somos a espécie mais inteligente do reino animal – se bem que, levando em consideração as intermináveis guerras, os danos causados ao planeta e a violência de modo geral, essa afirmação possa ser bastante questionável. Além de nós, os chimpanzés, gorilas, orangotangos e outros primatas têm também cérebros bastante sofisticados e praticam ações que demonstram um grau de inteligência bem elevado. Mas humanos e primatas não são os únicos a “usar a cabeça” no reino animal. Há várias outras espécies com níveis impressionantes de inteligência:

  1. wallpaper-de-porcosO porco

Provavelmente você está surpreso, mas é isto mesmo: entre os animais domesticados pelo homem, o porco é o mais inteligente do planeta. Por incrível que pareça, as pesquisas comprovam que as habilidades do porco chegam a superar as dos cachorros e gatos. Eles entendem como funciona um espelho, por exemplo.

Numa experiência realizada há alguns anos, alguns porcos foram treinados para movimentar um cursor com os focinhos, numa tela de vídeo, e a diferençar imagens que já tinham visto de outras que estavam vendo pela primeira vez. Eles foram mais bem-sucedidos do que chimpanzés.

  1. polvo4O polvo

Você se lembra do polvo Paul, do Aquário Marinho (Sea Life Centre) de Oberhausen, na Alemanha? Aquele que fez sucesso durante a Copa do Mundo na África do Sul, acertando muitos resultados de jogos? Pois bem, está provado que, da mesma forma que os porcos são os animais mais espertos entre as espécies domesticadas, os polvos são os mais inteligentes entre os invertebrados.

Testes com labirintos e resolução de problemas provaram que esses octópodes possuem memórias de fatos recentes e remotos. Eles conseguem abrir frascos, apertar parafusos e até pegar um sanduíche dentro de uma cesta. São os únicos invertebrados capazes de usar ferramentas. Alguns foram vistos pegando cascas de coco e transformando-as em abrigos.

  1. corvoO corvo

“Nevermore!” (“Nunca mais!”) dizia essa ave, no poema “The Raven” (“O Corvo”), de Edgar Allan Poe. Sim, o corvo é capaz de imitar o som de algumas palavras, como o papagaio. Em diversas lendas, os corvos são retratados como trapaceiros ou portadores de maus presságios, mas, na realidade, eles são bastante inteligentes.

Como os polvos, eles são capazes de usar ferramentas simples, armazenar alimentos para o inverno e memorizar experiências para uso em circunstâncias futuras. Um deles foi observado usando a folha dura de uma árvore como se fosse uma faca, para fazer nozes caírem numa rua movimentada e serem esmagadas pelas rodas dos automóveis, facilitando o acesso às sementes. Notável, não? Eles também podem reconhecer pessoas e lembrar-se dos seus rostos durante anos.

  1. 5925golfinhosO golfinho

Este, com toda certeza, é um dos animais mais inteligentes de toda a espécie animal. Parece até que os golfinhos têm uma linguagem própria e, através dela, se comunicam entre si. Cientistas fizeram diversas tentativas para decifrar essa linguagem, mas, até agora, não obtiveram sucesso.

Quem já viu esses cetáceos se exibindo em aquários sabe que eles são capazes de responder a inúmeros comandos dos seus treinadores. Há alguns anos, pescadores viram golfinhos arrancando pedaços de esponjas do mar e envolvendo seus narizes com eles, para evitar escoriações.

  1. singularidades_elefantes_04O elefante

Esses paquidermes extremamente inteligentes vivem em sociedades complexas, nas quais prevalece uma hierarquia, e demonstram solidariedade com outros animais. As fêmeas, quando grávidas, reconhecem e comem certo tipo de erva que induz o parto. Eles também usam ferramentas para diversas finalidades.

Certa vez, um grupo de elefantes foi visto atirando pedras com as trombas em cercas eletrificadas para cortar a corrente. Por ocasião da morte de um membro do grupo, esses animais seguem rigorosos e complicados rituais fúnebres e costumam visitar os túmulos dos falecidos

Nos humanos: inteligência & instrução

Entre nós, humanos, é preciso fazer uma distinção entre a verdadeira inteligência e o simples raciocínio (instrução, memória, cultura ou erudição). Existem intelectuais estúpidos e analfabetos geniais e a recíproca é verdadeira. Inteligência é uma questão de sensibilidade de espírito e isso não se aprende na escola.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here