Ao todo, 23 casos de febre amarela já foram confirmados no Estado, com 10 mortes nesse ano.

O Parque Ecológico do Tiete, localizado na Zona Leste da capital paulista, foi fechado temporariamente na manhã dessa sexta-feira, 10, para o colhimento de amostras de um macaco morto encontrado no local. A decisão foi anunciada pelo Secretário de Saúde do Estado de São Paulo, David Uip, em meio à tensão que se alastrou após novos casos de pessoas acometidas pela doença. Desde o início do suposto surto, o número de diagnosticados com febre amarela em todo o Estado chegou a 23 cidadãos, além de outras 10 mortes em 2017 – Vai casar em 2018? Veja como juntar dinheiro -.

Ainda segundo Uip, o Parque Ecológico Tietê só reabrirá em janeiro de 2018. Assim como todos os 15 espaços arborizados que fecharam na Zona Norte desde 20 de outubro, como o Horto Florestal e a Cantareira. Enquanto isso estimasse que oito mil pessoas que atuam nos bairros próximos ao Tietê serão vacinadas, assim como 85% dos funcionários, que trabalham no parque, foram imunizados como medida cautelar.

A média de circulação dos moradores e visitantes é de 4 mil pessoas por dia, mas muitos que amanheceram  para realizar um passeio matinal se deparam com os portões fechados. “Começamos a esvaziar nesta manhã e amanhã o parque já não abre”, disse Uip – Sabor de Pizza organiza festa para as crianças da Vila União -.

Nos próximos dias chegarão 2,8 milhões de doses da vacina, que serão usadas para vacinar a população, em especial as regiões de Osasco e Alto Tietê, que estão em “corredores ecológicos”. Contudo, termos como epidemia ainda são evitados nos corredores da secretaria e no próprio discurso do representante da pasta. “Eu posso afirmar que não há risco no estado de epidemia e nem haverá”, salientou.

Verdade ou não?

Através do Whatsapp e redes sociais, uma notícia de três macacos mortos com febre amarela no Sesc Itaquera, chamaram a atenção dos munícipes da região. Porém, segundo a Secretaria Municipal da Saúde e nota oficial emitida pelo Sesc,  o conteúdo da mensagem não é verdadeiro. A falsa notícia também faz um alerta geral ao dizer que a unidade será fechada e que todos devem evitar o local e o Parque do Carmo (bem próximo da instituição) – Startup brasileira atua com medicina personalizada para o autismo -.

A assessoria do Sesc Itaquera afirma, que “está funcionando normalmente”,  não fechou no fim de semana e esclarece que a região da unidade “está fora do risco de transmissão da febre amarela”. Reafirma também que “não ocorreram os casos de morte relatados”.  Reforçando a ideia de que tudo não passou de uma fake news.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here