A intenção de podar as árvores é muito mais voltada para garantir a preservação do pouco de verde que restou na cidade do que uma simplória ação estética. Ou seja, qualquer um que não é considerado um profissional credenciado, pode trazer consequências drásticas. Deformando, prejudicando o desenvolvimento da saúde das árvores e a capacidade de uma espécie repor a naturalidade de sua copa.

Nessa semana a Prefeitura Regional Guaianases atendeu diversos SAC’s de poda de árvore na Vila Cosmopolita, nas ruas: Rua Antonio Luiz de Godoi, Rua Alto Boni e Rua Santana do Rio Preto; Cohab Juscelino na Rua Utaro Kanai e Jd. Etelvina, nas ruas: Rua Baltazar Barroso, Rua José Florêncio Gomes, com o auxílio de equipes das Prefeituras Regionais da Penha e Ermelino Matarazzo.

Equipes de jardinagem foram encaminhadas com os equipamentos adequados, para manutenção e conservação das árvores nos espaços públicos. No caso dos terrenos particulares é necessário solicitar a autorização para a poda de árvores na Prefeitura Regional que, consequentemente, designará um engenheiro agrônomo ao local para autorizar e auxiliar nos detalhes técnicos.

O prefeito de São Paulo João Dória buscou, desde março do ano passado, agilizar este processo. A fim de que os moradores tenham uma liberdade maior para realizar podas e remoções dentro dos próprios imóveis. Porém, a ideia não é vulgarizar as conformidades com as normativas do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), uma vez que é obrigatório a contratação de empresas da área para atestar o corte ou a condenação da árvore.

Este serviço pode ser solicitado pelo telefone 156, site do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) (https://sp156.prefeitura.sp.gov.br/portal/servicos) ou na Praça de Atendimento da Prefeitura Regional Guaianases (Estrada Itaquera Guaianases, 2.565). Para mais informações acesse: http://www.capital.sp.gov.br/cidadao/rua-e-bairro/manutencao-urbana/poda-de-arvores.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here