Número de reclamações sobre buracos e pavimentação cresceu 36% na ouvidoria de janeiro a julho desse ano; Ipiranga, na Zona Sul, é bairro que terá mais ruas recapeadas.

A Prefeitura de São Paulo planeja recapear 237 ruas e avenidas da capital. A medida acontece juntamente com o aumento do número de reclamações sobre buracos e asfalto precário. São quase 250 queixas por mês.

Foram mais de 1700 reclamações na ouvidoria sobre buracos e pavimentação de janeiro a julho desse ano, um aumento de 36% em relação ao mesmo período do ano passado, que teve 1.266 registros.

A Prefeitura informou que as reclamações sobre os buracos aumentaram depois do fechamento da usina de asfalto da Barra Funda, em janeiro deste ano. Três empresas que fornecem asfalto foram contratadas e taparam quase 113 mil buracos na cidade até julho.

O mecânico Gustavo Henrique de Souza diz que o mais comum em sua oficina é a suspensão estragada. “Tem semana que a gente mexe só com suspensão. É o que mais aparece, nem tanto revisão, troca de óleo essas coisa, mas suspensão”, afirma.

Ipiranga terá mais ruas recapeadas

A Prefeitura já tem uma nova lista das ruas que são prioridades para receber a pavimentação na capital. A região da Subprefeitura do Ipiranga é a que vai ter mais ruas recapeadas nessa fase.

  • Ipiranga: 31ruas
  • Mooca: 19 ruas
  • Campo limpo: 15 ruas
  • M’ Boi Mirim: 14 ruas
  • Santana/Tucuruvi: 12 ruas

O objetivo do programa é diminuir a demanda por ações de outro programa, o tapa-buraco. As obras começaram em novembro de 2017, sempre em vias consideradas prioritárias. Segundo a Prefeitura, até agora 190 ruas e avenidas já foram recapeadas.

A avenida Luis Ignácio de Anhaia Melo, Na Zona Leste, será a via com a maior área recapeada: serão 191 mil metros quadrados no trecho entre as avenidas Sapopemba e Francisco Mesquita.