Proposta visa garantir mais segurança aos motoristas, já que a incidência de violência durante a noite tem assustado os moradores

Para dar mais segurança aos motoristas que trafegam por Itaquaquecetuba, o vereador Armando Neto (Patriota) apresentou um projeto de lei que obriga o funcionamento de semáforos em modo intermitente (piscando) entre as 22 e 5 horas. O texto foi protocolado na Câmara de Vereadores de Itaquaquecetuba e vai para primeira votação nesta terça-feira (10). O vereador justifica que a proposta visa garantir mais segurança aos motoristas, já que a incidência da violência durante a noite tem assustado os moradores de Itaquá. Apenas de janeiro a julho de 2019, foram 468 registrados roubos de automóveis na nossa, boa parte deles durante a noite.  “Muitos motoristas se veem obrigados a parar no semáforo no sinal vermelho, mesmo com pouco fluxo de veículos durante a madrugada, e dessa forma ficam sujeitos a eventuais abordagens de criminosos”, explica. “Com essa medida, podemos dar mais segurança para quem precisa dirigir nesses horários”, acrescenta. Ele reforça, ainda, que com a medida os motoristas poderão dirigir pelas vias com um pouco mais de segurança sem o risco de serem multados pelos futuros novos radares que a Prefeitura de Itaquaquecetuba deve instalar em 22 cruzamentos da cidade. “Já que teremos os radares para controlar a velocidade, acho que a lei é pertinente até porque o amarelo piscante tem a mesma função da placa de parada obrigatória (“Pare”). É para parar, avaliar a situação e reiniciar a marcha. Um procedimento que todo motorista faz e que é muito seguro”, afirma.

Saiba mais

A Resolução nº 160 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ressalta que a luz amarela indica atenção, devendo o condutor parar o veículo, salvo se isto resultar em situação de perigo, e também admite o seu uso, de forma intermitente, em determinados horários e situações específicas.