Alemanha reabre parte do comércio, fechado há mais de um mês. Nova Zelândia mantém restrições mesmo com baixo número de casos da doença. Índia registra maior pico desde o início da pandemia.

Um funcionário da segurança limpa carrinhos de compras na entrada de uma loja de jardinagem em Munique, na Alemanha, nesta segunda-feira (20) — Foto: Matthias Schrader/AP

A Alemanha se prepara para uma nova etapa nesta segunda-feira (20): parte do comércio, fechado há mais de um mês, volta a funcionar. Para dar certo, o governo quer manter o número de internações em queda, aumentar ainda mais a testagem e garantir que a população permaneça em distanciamento social.

A decisão foi tomada pela primeira-ministra Angela Merkel, em conjunto com os governadores, e ela deixou claro que a volta à normalidade será lenta e cautelosa. São os números da Alemanha na pandemia que sustentam as novas medidas.

Continua após o anúncio...

Os casos de curados já são maiores do que os de internados. O país faz entre 500 e 600 mil testes por semana, muito mais do que Estados Unidos e Reino Unido, por exemplo.

O número diário de mortes por coronavírus na Espanha ficou abaixo de 400 pela primeira vez em quatro semanas, com 399 vítimas fatais anunciadas nesta segunda-feira, informou o ministério da Saúde. Esta é a menor marca de óbitos em 24 horas desde 22 de março, quando o país registrou 394. Terceiro país no mundo com mais falecimentos provocados pela COVID-19, a Espanha já soma 20.852 desde o início da epidemia.

A Europa ultrapassou, neste domingo (19), a marca de 100 mil mortes por Covid-19. Foram registrados mais de 1 milhão de infecções no continente, segundo levantamento da universidade americana Johns Hopkins.

Já nos Estados Unidos as mortes ultrapassaram 40 mil. A quantidade de óbitos é a maior para um único país em todo o globo. Ainda de acordo com o monitoramento da universidade, o país registra mais de 740 mil casos confirmados do novo coronavírus.

O número global de mortes por coronavírus chegou a 164 mil pessoas. São mais de 2,4 milhões de casos em todo o mundo.

No Brasil, o balanço do Ministério da Saúde divulgado neste domingo (19), apontava 2.462 mortes e 38.654 casos confirmados.

Casos e mortes por Covid-19 no Brasil até 19/04

UFCASOSMORTES
AC1636
AL15915
AM2044182
AP41611
BA123045
CE3252186
DF82724
ES109930
GO39318
MA120548
MG115439
MS1685
MT1745
PA68534
PB23629
PE2459216
PI14510
PR98748
RJ4.765402
RN53125
RO1284
RR2223
RS85424
SC97532
SE835
SP14.2671015
TO331
TOTAL38.6542.462

Fonte: Ministério da Saúde

Pelo mundo

Um grupo de moradores da cidade patagônica de Loncopué violou a quarentena obrigatória para comemorar um aniversário fazendo um churrasco. O resultado: dois mortos (incluindo o aniversariante), dezenas de infectados e uma cidade de 6 mil habitantes totalmente isolada. Confira a história completa aqui.

Nova Zelândia

Primeira-ministra Jacinda Ardern fala em coletiva de imprensa na Nova Zelândia nesta segunda-feira (20) — Foto: Mark Mitchell/Pool/AFP

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou que o país permanecerá em seu estrito bloqueio por mais cinco dias.

O país estava programado para sair do seu bloqueio de nível 4 – o nível mais alto no sistema de alerta – na quarta-feira às 23h59. horário local. No entanto, Ardern disse na segunda-feira que as medidas continuariam até a próxima segunda-feira às 23h59.

Isso significa que a Nova Zelândia permanecerá sob rigorosas medidas de bloqueio – que exigem que todos os trabalhadores não essenciais permaneçam em casa – durante o próximo fim de semana de três dias. Na próxima segunda-feira é um feriado público na Nova Zelândia para o Anzac Day, um dia de lembrança para soldados mortos em conflito.

A decisão ocorre apesar da Nova Zelândia ter visto um número cada vez menor de casos de coronavírus nas últimas semanas. Na segunda-feira, a Nova Zelândia registrou nove novos casos, elevando o total do país para 1.440. Desses, 12 morreram e 974 se recuperaram.

Índia

Um total de 1.553 novos casos de Covid-19 foram registrados na Índia nas últimas 24 horas – o maior pico de um dia do país durante a epidemia, segundo a CNN. Outras 36 mortes também foram relatadas.

A Índia confirmou um total de pelo menos 17.265 casos de coronavírus, incluindo 543 mortes, segundo o Ministério da Saúde do país. Um total de 2.547 pessoas se recuperaram ou receberam alta.

O maior número de casos está sendo relatado nos estados de Maharashtra e Gujarat e no território da união de Délhi.

Outros destaques desta segunda-feira

  • A província de Hubei, na China, vai reabrir parte das escolas em 6 de maio, apenas para os estudantes em seu último ano de estudo
  • A Noruega reabriu parte das escolas infantis nesta segunda-feira com o casos no país relativamente sob controle
  • O ministro da Saúde da Polônia afirmou que o país pode reverter o afrouxamento das restrições se o número de novos casos aumentar significativamente
  • Governos dos estados de Michoacán e Jalisco, no oeste do México, começam nesta segunda-feira um isolamento total para conter o avanço da Covid-19
  • A Tailândia registrou 27 novos casos da Covid-19, mas sem nenhuma morte