Ao lado de Marcos Mion, Bolsonaro sanciona lei sobre autistas no Censo 2020

Nesta quinta-feira, ao lado do apresentador Marcos Mion, o presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou uma lei que inclui  informações sobre cidadãos que estão no quadro do autismo nos censos demográficos realizados pelo Instituto Brasileiro Geografia e Estatísticas (IBGE).

O sancionamento da PL contou com a presença da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e do apresentador Marcos Mion. Ele é pai de um rapaz com autismo e publicou, há dais atrás, um vídeo em que o menino, Romeo, solicita ao presidente a assinatura do texto. A medida já estará em vigor para o Censo 2020.

Após a assinatura, agradecido, Mion disse:

” O senhor está representando milhares de famílias que estavam se sentindo completamento no escuro e invisíveis. Isto é um grande passo para toda a comunidade autista. É um passo gigante para todas as famílias que batalham há anos. Tenho a honra de estar aqui representando o trabalho de todas esses instituições que há décadas lutam por um reconhecimento como este” 

O presidente parabenizou Marcon Mion e afirmou que o governo ainda possui a pretenção de fazer ainda mais.

 “Parabéns pela sua luta. Algumas divergências nós sempre vamos ter, mas como o Norte é um primeiro passo. Com toda certeza teremos outras pesquisas e outras formas de reconhecer, por parte do poder público, essas pessoas”

A primeira-dama Michele Bolsoanro, através das suas redes sociais, também comentou:

 “Hoje participei de reuniões sobre as demandas da comunidade autista e presenciei a assinatura da lei que inclui dados específicos sobre autismo no Censo 2020. Espero que isso traga ganhos concretos para as pessoas com autismo e suas famílias. Continuaremos trabalhando para dar mais visibilidade às causas das pessoas com deficiência no Brasil. Que Deus abençoe a todos “

Assista ao momento em que, ao lado do apresentador e da primeira-dama, Bolsonaro sanciona a lei