O ator e deputado Alexandre Frota (PSL) foi condenado na 9ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, por insinuações de racismo e comentários injuriosos contra Gilberto Gil.

O desembargador Luis Felipe Francisco, da 9ª Câmara Cível do Rio, condenou o deputado Alexandre Frota a pagar uma  indenização de R$ 50 mil para o cantor Gilberto Gil devido uma postagem feita nas redes sociais em 2017. As informações são do colunista Ancelmo Góis, do jornal O Globo.

Segundo o desembargador, o ator fez insinuações de racismo e comentários injuriosos contra o músico. Na ocasião, ele acusou o músico de “não poder mais roubar os cofres públicos”, fazendo referência aos recursos da Lei Rouanet.

Não é a primeira vez que Frota sofre uma condenação por atacar Gil. No ano passado, ele foi obrigado a indenizar o cantor por danos morais, na mesma postagem em que foi acusado de racismo e injúria. Alexandre Frota já havia sido condenado pela juíza Rafaella Ávila de Souza a pagar R$ 20 mil em indenizações a Gilberto Gil por danos morais pela mesma postagem no ano de2018. 

“Publicar imagens sem autorização, acompanhadas de xingamentos, com nítida intenção injuriosa, sem conteúdo informacional útil, como destacados nos presentes autos” disseram os magistrados que ainda ressaltaram que independente do lado político dos citados, esse tipo de agressão não é justificável.

Info: MSN