Em entrevista à Folha, o ministro Luis Roberto Barroso, do STF, fez uma acusação gravíssima:

“O Brasil é o 96º colocado no índice de percepção de corrupção da Transparência Internacional […] acordo todos os dias envergonhado com esse número […] menos de 1% dos presos do sistema está lá por corrupção ou por crime de colarinho branco. Tem alguma coisa errada nisso.”

Sem citar nomes, Barroso também comentou sobre os ministros que adoram soltar corruptos:

“E ainda assim, no Supremo, você tem gabinete distribuindo senha para soltar corrupto.”

É óbvio que não precisa citar nomes … os brasileiros sabem muito bem quem são os ministros que lutam contra a Lava-Jato.

Sobre os tais ‘distribuidores de senha’ , Barroso completou:

“Sem qualquer forma de direito e numa espécie de ação entre amigos.”

Perguntado pela Folha quais seriam esses ministros, Barroso sorriu e se calou.

O Brasil sabe…