Iniciativa é do Movimento Greenk, em parceria com a Prefeitura, que mantém pontos de coleta em sua sede, nos órgãos públicos e principais parques da cidade.

Os números são expressivos e já superam as expectativas dos responsáveis pela rede de coleta sustentável. Em treze meses de operação, a rede de coleta de lixo eletrônico da cidade de São Paulo já recebeu 23,9 toneladas do chamado e-lixo das linhas verde e marrom, que inclui computadores, smartphones, tablets, fios, baterias, carregadores, monitores, aparelhos de tv e rádio, entre outros.

Por meio da reciclagem dos eletroeletrônicos, as 23,9 toneladas de resíduos coletados representam uma redução de mais de 8 toneladas em emissões de CO2 e uma economia de energia de 82.130 kw/h. Comparativamente, é como se 1.795 carros fossem retirados do trânsito de São Paulo por um dia ou o equivalente a 1.369 aparelhos de tv desligados durante 30 dias. “Acreditamos muito nas ações realizadas em parceria com a iniciativa privada. Somente desta forma podemos ter um maior número de pessoas e empresas engajadas em desenvolver ideias inovadoras, capazes de contribuir com a atuação ambiental da Prefeitura de São Paulo”, afirma Eduardo de Castro, Secretário Municipal do Verde e do Meio Ambiente.

Além dos pontos públicos de coleta, o movimento de conscientização ambiental mantém outras iniciativas para estimular o descarte correto de resíduos eletrônicos, como o Greenk Tech Show, o maior festival de tecnologia e sustentabilidade do país, que começa nesta sexta-feira (04/10), no Centro de Convenções do Anhembi, e vai até domingo (06/10). Durante os três dias, convidados especiais e empresas irão mostrar como a tecnologia pode contribuir para a educação, sustentabilidade e inovação. “Nosso objetivo é conscientizar, cada vez mais, toda a sociedade sobre a importância do descarte correto do e-lixo. Estamos muito satisfeitos com o engajamento de todos”, comemora Fernando Perfeito, Diretor Geral do Movimento Greenk.

Em todas as suas ações, o movimento já coletou mais de 253 toneladas de lixo eletrônico. Quase 80% desse volume de material reciclável foram recolhidos através do Torneio Greenk Intercolegial, uma competição que desafia 200 mil estudantes de 13 a 18 anos, de 150 escolas do Estado de São Paulo, para saber quem arrecada mais lixo eletrônico. O resultado é considerado um recorde na América Latina e será apresentado durante a abertura do 3º Greenk Tech Show, no Anhembi.

Todo mundo está convocado a limpar suas gavetas e armários de eletrônicos e acessórios quebrados ou em desuso para participar da maior campanha de descarte correto de lixo eletrônico da América Latina.

A participação no 3º Greenk Tech Show tem entrada franca. Para garantir o ingresso e conferir a programação completa do evento, os interessados devem acessar o site www.greenk.com.br.