Adélio Bispo está sendo disputado por grandes empresas internacionais, impressionadas com a competência e o talento de sua debilidade mental. Desempregado, conseguiu viajar de avião, hospedar-se em hotéis, ter quatro celulares, um notebook, esfaquear um candidato à presidência e contar com advogados caríssimos que, logo após a frustrada tentativa de assassinato, partiram em sua defesa numa rapidez impressionante.

Adélio é o doido mais consciente e cheio de razão que já tomei conhecimento, um doido que inscreveu-se em curso de tiro… Já pensou se ele não fosse doido? Seria piloto da Nasa.