Com o tema Memória, Consciência e Esperança, a Secretaria de Cultura da Cidade de São Paulo celebra o aniversário da cidade com intervenções artísticas, atividades on-line e ações de conscientização diante da pandemia de Covid-19.

A maior metrópole da América do Sul celebra seus 467 anos no próximo dia 25 de janeiro com uma programação cultural especialmente preparada pela Secretaria Municipal de Cultura. Sob o tema Memória, Consciência e Esperança, as atividades planejadas vêm para, além de celebrar a memória da cidade, homenagear vítimas da Covid-19, assim como os profissionais de saúde, verdadeiros heróis deste período, além de reforçar a conscientização da sociedade para com os cuidados de distanciamento social e, por meio da arte e da cultura, trazer esperança e confiança em dias melhores, agora reforçadas pela chegada da vacina.

Sarau do Binho – foto de Jo_e o Claudio de Sena

Num momento tão delicado pelo qual passamos, a cultura tem um papel simbólico muito relevante na vida de todos. Mas é importante ressaltar que a celebração não diminui a atenção que a população deve ter com os cuidados com a prevenção do contágio. Por isso, a programação do Aniversário deste ano foi construída a partir de ações de intervenção espalhadas pela cidade que não estimulem a aglomeração e que possam ser contempladas pelas pessoas através da cobertura da imprensa e, principalmente, on-line.

No universo digital, uma agenda com mais de 40 atividades das mais diversas áreas culturais que serão exibidas nas redes sociais de centros culturais, casas de cultura e bibliotecas geridas pela Secretaria. Um recorte da diversidade paulistana com shows de rap, samba, rock, MPB, apresentações teatrais para adultos e crianças, de dança, contação de histórias, discussões sobre questões indígenas e até mesmo uma exposição virtual sobre a história do circo. Num movimento para a democratização da leitura, a partir das 10h, haverá também distribuição de exemplares de Macunaíma, de Mário de Andrade, em cinco bibliotecas do município: Vicente de Carvalho, Cora Coralina, Prestes Maia, Pedro Nava e Érico Veríssimo .

Entre as ações que intervêm na paisagem urbana está o vídeo mapping São Paulo, Cidade-Ciência, que será projetado na fachada do Instituto Butantan. A atividade, que será realizada pelo Ateliê Digital Analógico, formado pelo artista Caio Fazolin e pela socióloga Tatiane Gonzalez, irá narrar através de uma visão poética os avanços da tecnologia que coloca a capital como polo produtor de ciência.

A ação São Paulo 467 anos, histórias a se contar… do Coletivo Coletores tem como proposta um mini circuito de arte digital buscando dialogar com as memórias de quatro bairros da zona leste (Itaquera, Guaianases, Cidade Tiradentes e São Miguel Paulista), produzindo narrativas visuais com informações sobre a importância dos cuidados com a Covid-19.

Os profissionais de saúde são os homenageados da intervenção Protagonistas de Máscara. A ação, realizada em setembro pela Secretaria Municipal de Cultura nos hospitais Emílio Ribas e Clínicas, agora migra para a rua Augusta, na altura no número 400, com imagens de profissionais da saúde estilizadas como heróis de quadrinhos. Os usuários do Twitter poderão enviar mensagens de apoio a esses profissionais, que serão projetadas por meio de captura em tempo real pela hashtag #sp467. Através de um QRCode na projeção, o público será direcionado para uma página da Prefeitura com as informações atuais da Covid-19 no município.

O projeto Quebrada Viva leva para as periferias da cidade uma série de projeções em laser de artistas independentes periféricos com frases de conscientização em mensagens que fomentam amor, esperança, cuidado e afeto e que poderá ser acompanhada pela comunidade das janelas de suas casas, reforçando o distanciamento social.

Nas regiões da Praça da República e das ruas Augusta, 7 de abril e Nestor Pestana, o artista visual Moises Patricio promove a intervenção Aceita?, com uma série de obras de arte em lambe-lambes levando frases de conscientização, informações e dados sobre a pandemia.

No centro expandido, a Intervenção Vai Passar contará com uma exposição fotográfica com um recorte do dia a dia das pessoas na pandemia e o árduo trabalho dos profissionais da saúde que serão exibidos em um painel de LED de 4 metros disposto em um caminhão, que circulará pela região das 12 às 20h. Entre os fotógrafos participantes estão Felipe Iruatã, Brenda Alcântara, Filipe Cioccia Sastre Redondo, Lucas Ettore Chiereguini, Alan Rodrigo Alcantara Alves e Rodrigo Capote.

A homenagem Nome Próprio irá projetar fotos das mais de 200 mil pessoas que tiveram suas vidas acometidas pela pandemia no prédio da Prefeitura Municipal de São Paulo, das 20h às 23h.

Ainda com o foco no tributo às vítimas, na área exterior do Theatro Municipal acontecerá a instalação Luminárias pela Vida de Bruna Lessa, com 900 velas solares na fachada do prédio como símbolo de luz e transformação. Durante a performance, a trilha musical será realizada pela Orquestra Sinfônica Municipal sob a regência do maestro Roberto Minczuk.

Entre as atividades de conscientização, a Secretaria expande pelas cinco zonas da cidade a intervenção artística Sorriso na Máscara, que será realizada por sete grupos de artistas de diferentes linguagens, levando um pouco de alegria e muita informação de prevenção e cuidados básicos, com distribuição de máscaras, num total de 14 apresentações que acontecerão das 10h às 18h.

No projeto Retalhos de Esperança, 100 costureiras responsáveis por confecção de máscaras durante todo o período da pandemia realizarão um trabalho colaborativo para a Vila Itororó: uma grande bandeira feita de retalhos com recados de esperança e conscientização para a população, inspirando ações de solidariedade. No mesmo local, será exibido um filme contando esse processo de construção da bandeira e uma exposição retrata o trabalho desenvolvido por essas verdadeiras artesãs.

Nos bairros do Jaguaré, Vila Piauí, Vila Nova Cachoeirinha, Paraisópolis, Comunidade do Gato, Heliópolis, Cidade Tiradentes, Guaianases e São Remo, das 10h às 16h, ao som de marchinhas, sambas enredos, funk e soul, o Formato Bloco apresenta muita alegria, folia e diversão no Cortejo Gonguê. Com uma trupe formada por músicos multi-instrumentistas, eles misturam o balanço da percussão ao suingue de metais e o som do cavaquinho em repertório que traz clássicos de Jorge Benjor, Tim Maia e Wilson Simonal e muito mais.

Entre as atividades on-line, destaque para Desvairada SP – Da Garoa aos Saraus, uma homenagem do Sarau do Binho, um dos precursores de eventos literários nas periferias da zona sul de São Paulo. No evento digital , a partir das 17h, poetas e músicos paulistanos relembram histórias vividas na cidade e declamação de poemas e músicas que nos conduzem às suas ruas, becos e vielas.

serviço:
São Paulo, cidade-ciência
Local: Instituto Butantan
Horário: 18h30
Endereço online: https://www.twitch.tv/ATELIEDIGITALANALOGICO

São Paulo 467 anos, história a se contar…
Locais: Casa de cultura São Mateus
Rua Monte Mandirá, 40 – Jardim Nove de Julho

Praça Brasil
Av. Nagib Farah Maluf, s/n – Conj. Res. José Bonifácio

Hospital Municipal Cidade Tiradentes
Av. dos Metalúrgicos, 1797 – Cidade Tiradentes

Capela de São Miguel Arcanjo
Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, 10 – São Miguel Paulista
Horário: 18h30
Endereço online: Facebook – @casadeculturasaomateus

Protagonistas de máscara
Local: Avenida Augusta (altura do nº 400)
Horário: 18h30

Quebrada Viva
Locais: Rua José Eduardo Pereira ll, sn – Jd Damasceno; Rua da goiabeiras/ sn – Jd Colombo; Rua Gervasio Leite, 1073 – Jd Peri; Rua Pasquale Qualupe, sn – Paraisópolis
Horário: 18h às 22h

Aceita?
Local: Rua Augusta 454; lambes: Praça da República, Rua 7 de Abril, 58; Nestor pestana, 263; Rua Augusta, 430
Horário: 19h às 21h

Intervenção Vai Passar
Local: Trajeto centro expandido
Horário: 12h às 20h

Nome Próprio
Local: Prefeitura Municipal de São Paulo – Viaduto do Chá, 15
Horário: 20h às 22h

Sorriso na Máscara
Locais: Jd. Elba: Rua Batista Fergusio, 1016 – Vila Cardoso Franco;
Fazenda da Juta: R. Augustin Luberti, 268-338 – Fazenda da Juta;
Vila Flávia: Rua Conego Jose Maria Fernandes, 356, Vila Flavia;
Vila Sonia: Rua Abrão Calil Rezek, 91 – Vila Sonia;
Jaguaré: R. Prof. Moacir de Freitas Amorim, 31 – Vila Lageado;
Vila Nova Leopoldina: R. BERGSON, 52 – PQ. DA LAPA;
Vila Leopoldina: Rua Frederico Wolf, 120 – Vila Leopoldina;
Favela da Paz: R. Adalberto Kurt, 120 – Vila Pirituba;
Jardim Damasceno: Rua Daniel Certo, 14;
Jardim Elisa: R. Rômulo Naldi, 137 – Conjunto Promorar Estrada da P;
Heliópolis: Av. Almirante Delamare, 3033 – Cidade Nova Heliópolis;
Paraisópolis: R. Silveira Sampaio, 660 – Fazenda Morumbi;
Parelheiros: Estr. Ecoturística de Parelheiros, 5252 – Jardim dos Alamos
Horário: 10h às 18h

Desvairada SP – Da garoa aos Saraus
Local: online – link https://www.facebook.com/SarauDoBinho
Horário: 17 horas
Programação Centros Culturais

Teatro Flávio Império
Lúdicos no Aniversário de São Paulo – Mario e as Marias
19h

O espetáculo Mário e as Marias propõe uma viagem inspirada na vida e obra de Mário de Andrade. O menino Mário recebe de presente de seus pais, um par de óculos muito especiais, que permitem que ele enxergue o Brasil de uma forma surpreendente. É o nascimento de um novo olhar. Ele parte em busca daquilo que seus olhos passam a ver: a Maria, que representa nossa gente, nossa terra, nossa cultura, e essa se torna a grande aventura de sua vida.

Formato da Apresentação: Virtual com transmissão pela página facebook.com/teatroflavioimperio

Centro de Referência da Dança
A Voz dos Corpos Africano – Cia Afrikanse
17h

Afrikanse é um movimento artístico formado por artistas imigrantes e refugiados africanos que atuam no resgate de valores socioculturais afro descendentes através da arte e cultura de matrizes africanas. A intervenção, A VOZ DOS CORPOS AFRICANOS, remete à presença de artistas imigrantes africanos no cenário da dança no Brasil, contando com a participação do artista Ermi Panzo, performando as narrativas do corpo junto a um elenco percussivo.

formato da apresentação: transmissão online no facebook @crdancasp
Centro Cultural Vila Formosa
Oficina com Tiquinhos Pensantes
14h

Tiquinhos Pensantes entra em uma brincadeira lúdica com trio musical trazendo oficina infantil bem divertida para comemorar o aniversário de São Paulo. O brincar junto fortalece o vínculo familiar! Pensando nisso, trouxemos uma oficina fácil para a família se reunir! Iremos construir um barangandão e fazê-lo dançar, brincando com músicas infantis.

Contos populares e histórias da São Paulo antiga
16h

A Cia Mapinguary, comemorando o aniversário da cidade, conta histórias da São Paulo antiga, narrando a história desde o nascimento e o surgimento de alguns bairros. Espetáculo com histórias sobre mitos e fantasmas paulistanos, com trilha sonora de compositores nascidos na cidade, além de outros contos populares.

Formato da apresentação: online – Facebook.com/ccvilaformosa e Instagram @ccvilaformosa
Centro de Culturas Negras
Festival São Paulo Samba
15h às 18h

Em comemoração ao Aniversário da Cidade de São Paulo faremos um festival que tem a cara da terra da Garoa, Festival São Paulo Samba, que trará para o Centro de Culturas Negras uma ocupação Cultural com comunidades de samba e sambistas de reconhecimento popular desta terra tão pulsante culturalmente.

Formato: online Live no facebook e instagram @CCNEGRAS
Centro Cultural Penha
AfrôGira
19h

Renato Gama lança seu terceiro trabalho, um disco duplo, que traz narrativas pretas com pontos significativos da ocupação africana nos territórios brasileiros, tendo o afeto como liga, cria um cenário de aquilombamento, espaços de segurança, produzindo muitos sentidos para a população negra, povos originários e todes que compreendem a importância da contribuição do continente africano. AFRÔ, o primeiro disco deste compilado traz em sua essência a contribuição cultural do corpo em estado de celebração, característicos da cultura africana, evidenciado nas danças, no andar e gestos. GIRA, o segundo disco tendo como base atabaques, violoncelo e cavaquinho, a festa se faz presente com sambas de roda, ijexás e outros sambas.

formato da apresentação: online – Facebook/centroculturalpenha

Centro Cultural Olido

Encontros na Olido

No aniversário de SP, o Centro Cultural Olido promove encontros entre DJs da nova geração da cena eletrônica da cidade. O evento será transmitido ao vivo da Sala Olido e conta com back-2-backs dos seguintes artistas: Tessuto & DJ Due, Badsista & Malka e Cashu & Ella de Vuono. Esses são nomes que integram o cenário de festas independentes e representam muito bem a novíssima cena de discotecagem de house e techno, um cenário que coloca São Paulo entre as principais cidades do mundo musicalmente falando. O evento, além de celebrar o aniversário da cidade, serve como esquenta para a inauguração da Galeria do DJ Sonia Abreu, programada para o próximo 9 de março, Dia Mundial do DJ.

Artistas
Endereço online: Twitch @centroculturalolido
Centro de Memória do Circo

TEM CIRCO EM SÃO PAULO – Lançamento da versão virtual da exposição HOJE TEM ESPETÁCULO, do Centro de Memória do Circo, Secretaria Municipal de Cultura, São Paulo.
16h

Exposição consagrada ao circo, de caráter permanente, HOJE TEM ESPETÁCULO apresenta vasto panorama da história do circo, principalmente no Brasil. Com documentos iconográficos (fotografias e peças gráficas), aparelhos, figurinos, áudios, áudio-visuais, maquetes, distribuídas em quatro núcleos: Artes e Saberes do Circo, Linha do Tempo, Famílias, e Café dos Artistas. Inaugurada em 2012, a exposição ocupa toda a sobreloja da Galeria Olido, e uma sala do térreo. A curadoria de Verônica Tamaoki, coordenadora do CMC, foi agraciada, em 2013, com o Prêmio Governador do Estado de São Paulo, e o projeto expográfico de Carla Caffé foi selecionado pela 10a Bienal do Design. O projeto de Renato T. Figueiredo, realizado no final de 2019 atualizou o conteúdo e adaptou o espaço às medidas sanitárias contra a pandemia. A versão virtual acrescenta duas novidades: um tour pelos pontos históricos do circo no Largo do Paissandu, onde o circo se encontra há 130 anos, pelas Reservas Técnicas e pelo Ateliê do Centro de Memória do Circo. Dessa maneira o público poderá conhecer também um dos mais importantes sítios históricos do circo brasileiro, e ainda espiar pelas cortinas os bastidores da instituição. A visita será conduzida por Verônica Tamaoki, curadora da exposição e coordenadora do CMC, com a participação de Renato T. Figueiredo e Brenda Amaral, responsável pelo projeto de revitalização do espaço, e da versão virtual da exposição.
Endereço online: https://facebook.com/centrodememoriadocircosp

Programação Casas de Cultura
Butantã
Hip-Hop Ideologia Fatal – O Corre não Para
19h

O grupo Ideologia Fatal surgiu em 1995, na periferia do bairro do Butantã, Zona Oeste de SP. Sempre lutando pela valorização dos bons ideais do hip hop através do rap nacional, o grupo realiza uma intervenção dentro da comunidade da São Remo, com uma apresentação que mescla a linguagem de sarau e Hip Hop, usando a música como instrumento de reflexão e transformação para os jovens e crianças.

Endereço online: Facebook – @ccbutanta
Tremembé
Fogo Cruzado
20h

A apresentação da banda FOGO CRUZADO é no estilo “punk anos 80”, com músicos experientes, oriundos da geração pioneira do punk no Brasil, com vocais rasgados, guitarras pesadas, linhas de baixo e bateria pesadas e muito bem casadas, além da agitação e energia essenciais a qualquer apresentação de rock. Nas suas letras são tratados assuntos do cotidiano, denunciando todo tipo de injustiças sociais, seja de uma nação contra a outra, seja do estado contra o cidadão, abordando esses assuntos do ponto de vista geral, sem viés político em suas letras, mas claramente protestando contra o “status quo” estabelecido, visando a defesa da justiça.

Endereço online: Facebook – @cctremembe
Vila Guilherme
São Paulo é isso aqui
Com Timm Arif e Eloy Polemico
18h

“São Paulo é isso aqui” é um evento pensado para evidenciar as manifestações culturais paulistanas que permeiam o movimento HIP HOP através do RAP e compõem a programação do Aniversário de São Paulo. O show é a intersecção entre as trajetórias urbanas-musicais dos Rappers, Mcs e Compositores Timm Arif e Ely Polêmico, que trazem em suas letras as vivências da cidade de São Paulo e uma mescla de gerações do RAP e HIP HOP.

Endereço online: Facebook – @CCCasarao
Campo Limpo
Rock na Cidade
Com EXTRA ATIVE
15h

A banda do Capão Redondo vem com a versatilidade ímpar de seus músicos para apresentar ao público tudo que serviu de influência em suas trajetórias musicais e embelezam o repertório com canções nacionais de grande sucesso, muitos deles produzidos na década de ouro do rock nacional e internacional, passando ainda pela década de 90 e completando o set com músicas autorais, provando que o pop/rock nacional está “vivinho da silva” prontos para ser apreciados pelo público não apenas nostálgico da linguagem mas esperançoso com o brilho, ou melhor , o timbre que o rock nacional cumpre tão bem.

Endereço online: Facebook – @ccampolimpo
Jardim das Oliveiras
Com Ceciro Cordeiro
16h

Jardim das Oliveiras é um espetáculo musical produzido para todos os públicos, com objetivo de divertir, emocionar e levar o espectador a refletir sobre os elementos culturais e suas raízes, contidos nos textos, melodias e ritmos de cada canção deste show. Com influências do Baião, maracatu, xote e xaxado, emboladas, forró e elementos da cultura popular nordestina como os folguedos e o reisado.

Endereço online: Facebook – @ccampolimpo
Freguesia