Taxa Selic de 2% ao ano será mantida pelo Copom. A taxa Selic, básica de juros da economia brasileira, foi mantida em 2% ao ano.

De acordo com uma decisão tomada durante reunião do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) nesta quarta-feira (16).

No entanto, com a manutenção da taxa, definida em agosto, o comitê interrompe uma série de quedas da Selic desde julho de 2019, quando foi reduzida de 6,5% para 6%.

Da mesma forma, foram nove quedas seguidas até chegar aos 2%, menor índice da série histórica.

Entretanto, o Copom considerou a alta no preço dos alimentos, que em doze meses até agosto subiram 8,83%.

Ademais, o Banco Central já indicava a manutenção da taxa Selic em 2% em agosto, quando apontou uma possível instabilidade nos preços de ativos em caso de novos cortes.

De acordo com o Boletim Focus, a expectativa é que a taxa básica de juros feche o ano em 2%, com crescimento nos próximos anos – 2,5% no fim de 2021, 4,5% no fim de 2022 e 5,5% no fim de 2023.

*Com colaboração de conteúdo de Metro Jornal

Visite nossa página Acontece Agora no Facebook e faça parte da nossa comunidade.

Conheça a Página Inicial do Nosso Site para conhecer as notícias do dia!