- Propaganda -spot_img
InícioAtualidadesCristãos começam vaquinha para ajudar novos moradores de rua por conta de...

Cristãos começam vaquinha para ajudar novos moradores de rua por conta de pandemia

- Propaganda -spot_img

O número de pessoas em situação de rua na capital de São Paulo cresceu 53% nos últimos 4 anos. São mais de 24.000 pessoas vivendo em situação de rua em nossa cidade, segundo a Secretaria Municipal De Assistência E Desenvolvimento Social (SMADS).

Os motivos que levam alguém a esta condição segundo o último censo da SMADS são:
⁃ conflitos familiares
⁃ morte de parentes
⁃ desemprego
⁃ dependência de drogas ou álcool
⁃ perda da moradia
⁃ migração
⁃ saída do sistema penitenciário/fundação Casa.

Ou seja, não é tão simples como as pessoas costumam pensar.

O fato é que não podemos deixar fazer algo para ajudar essas pessoas. O problema é grande e estrutural, mas existem pequenas ações que podem aumentar suprir necessidades bem básicas os irmãos e irmãs em situação de rua. Uma pequena e significante ação está em nos ajudar na compra de conjuntos de moletom para que pelo menos 150 pessoas possam enfrentar o frio das ruas neste momento.

Este é o projeto Lives Solidarias uma iniciativa de um pastor, sua esposa que é professora, e uma amiga publicitária.

Foi feita uma parceria entre o padre Júlio Lancelotti que atua junto à população em situação de rua a 35 anos e o grupo de cristãos. O intuito é arrecadar fundos para comprar e doar conjuntos de moletom ás pessoas atendidas pelo querido padre Júlio.

Você pode ajudar das seguintes formas:

⁃   A partir de R$ 10,00 você pode participar doando
⁃   Fazendo uma doação em dinheiro de R$ 60,00 conseguimos comprar um conjunto de moletom 
⁃   Marcando amigos, empresas ou instituições religiosas neste post
⁃   Enviando esse post para pessoas que por ventura possam nos ajudar 

O link para doações no Catarse é:

“https://www.catarse.me/lives_solidarias_ajude/”

Para dúvidas ou mais informações entre em contato pelo e-mail: [email protected]

- Propaganda -spot_img
Deve ler!
- Propaganda -spot_img
Notícias relacionadas
- Propaganda -spot_img

Deixe uma resposta.

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui