Local foi descoberto depois de denúncia que chegou do Pará.

Depois de uma denúncia anônima, a Guarda Civil Municipal (GCM) prendeu dois homens suspeitos de falsificar suplementos alimentares. Os guardas encontraram produtos, embalagens de diversas marcas e maquinário em um imóvel na tarde de quarta-feira (10) em Ferraz de Vasconcelos.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na delegacia da cidade, a GCM foi acionada por fiscais da Vigilância Sanitária Municipal após uma denúncia anônima de uma pessoa do Estado do Pará.

O denunciante contou que em um imóvel na Estrada do Cupim, na Vila Cláudia, funcionava uma fábrica para a falsificação de suplementos alimentares.

Os fiscais e os guardas foram para o local e foram recebidos por dois autônomos, um de 37 anos e outro de 40 anos.

Durante a vistoria, os fiscais identificaram várias infrações sanitárias. Entre elas a existência de matéria-prima utilizada para a fabricação de suplementos alimentares e de maquinário e usados de maneira irregular pelos proprietários.

Segundo os fiscais não havia na empresa a autorização para a fabricação. Os autônomos disseram que apenas embalavam os produtos, mas não os fabricavam.

Após o trabalho dos fiscais, o local foi interditado e os autônomos foram encaminhados para a delegacia de Ferraz.

Os guardas afirmaram terem encontrado suplementos separados em dois recipientes destinados ao envase, assim como máquinas de encapsulamento, seladora e equipamento para impressão de data de validade e fabricação, entre outras.

Na delegacia, os autônomos afirmaram que são sócios de uma empresa de suplementos alimentares. Eles declararam também que providenciam a abertura da mesma e estavam apenas fazendo testes de encapsulamento, negando qualquer irregularidade.

Os objetos encontrados no local foram apreendidos e os suspeitos foram presos em flagrante.