A economista Renata Barreto participou do Pânico desta terça-feira (16) e comentou o cenário político do Brasil. Para ela, o presidente Jair Bolsonaro não é liberal. “Esse governo com certeza é bipolar”, afirmou, dizendo que o governo não é liberal nem conservador.

O apresentador Emílio Surita, ao ser questionado sobre feminismo e termos como “mansplaining e manterrupting” com a Renata Barreto ele disse que: “Isso aí é viadagem, é tudo viadagem”.

Barreto explicou que a formação de Bolsonaro já mostra que ele não é um liberal na economia. “O Bolsonaro veio do meio militar, que é interventor por natureza”, disse. Ela, no entanto, elogiou a decisão do presidente de chamar Paulo Guedes para comandar a economia. “Ele teve uma certa humildade de falar que não entende de economia e trazer o Paulo Guedes”, reconheceu. “Espero que, nessa batalha, vença o Paulo Guedes.”

Defensora do liberalismo econômico, Renata Barreto acredita que o governo deveria privatizar todas as empresas estatais. “Eu acho que o governo não tem que ser dono de absolutamente nada, tem que, no máximo, fiscalizar”, explicou. Ela acha que esta é uma solução para que as empresas sejam mais sadias. “O problema [das estatais] não é só corrupção, é a má gestão”, ressaltou.