- Propaganda -spot_img
InícioDivulgaçãoEmissão celebra 150 anos de história do Instituto Presbiteriano Mackenzie

Emissão celebra 150 anos de história do Instituto Presbiteriano Mackenzie

- Propaganda -spot_img

Em continuidade à programação filatélica de 2021, os Correios lançaram, na última sexta-feira (15), o Bloco Postal Comemorativo 150 anos do Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM), a 19ª emissão do ano. O selo homenageia o importante trabalho educacional e social desenvolvido no País pelo grupo mackenziano. A solenidade, que ocorreu na sede do instituto em São Paulo, foi conduzida pelo diretor de Governança dos Correios, José Eduardo Leal de Oliveira, representando o presidente da estatal, e contou com as presenças do diretor-presidente do IPM, Milton Flavio Moura, do ministro da Educação, Milton Ribeiro, do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, entre outros convidados e autoridades.

A trajetória sesquicentenária do instituto no Brasil começou em 1870, quando missionários americanos presbiterianos inauguraram o primeiro curso primário da entidade, em São Paulo. A associação civil filantrópica, sem fins lucrativos, resguarda, até os dias atuais, convicções e princípios baseados na fé cristã, que prega pelo acolhimento indistinto de todos. O IPM foi a primeira instituição no Brasil a promover o amparo e não discriminação por raça, juntando, numa mesma sala de aula, crianças de ambos os sexos, filhos de homens livres e escravizados, sendo diversas delas com bolsas de estudo da instituição.

A entidade segue prestando relevantes serviços à sociedade, com atividades assistenciais, de ensino, pesquisa, extensão e saúde, objetivando o cumprimento de sua missão educacional e de formação humana e cidadã. Por sua excelência e inovações na pedagogia, a tradição mackenziana foi reconhecida, em 1878, pelo Imperador Dom Pedro II, em visita realizada à então chamada Escola Americana, tendo sido também o modelo educacional escolhido pelo governo do São Paulo para a construção das diretrizes de ensino, em 1890.

Atualmente, o instituto congrega cerca de 48 mil alunos, desde a pré-escola até a pós-graduação em níveis de mestrado e doutorado, estando presente em 15 Estados e no Distrito Federal.

O diretor dos Correios lembrou a parceria existente entra o IPM e a estatal nas ações de valorização da filatelia. “Os Correios prestaram apoio e continuam à disposição das unidades de ensino do Mackenzie, que trabalham em seus projetos pedagógicos a importância do valor histórico e cultural proporcionados pelo saber filatélico – por meio do fomento aos clubes de filatelia entres os discentes e das oficinas promovidas em salas de aulas mackenzistas pelo Brasil”, destacou o gestor.

“Esse lançamento fica para o universo da filatelia e para a história como um marco deste dia”, destacou o reverendo Cid Pereira Caldas, presidente do Conselho Deliberativo do IPM.

A emissão – O bloco comemorativo é formado por duas fotografias que remetem às bases da instituição e sua história. À esquerda vemos o prédio 01 do campus Higienópolis, local onde a instituição se consolidou. À direita, a fotografia dos estudantes em 1895, com a presença de meninos e meninas, classes sociais ou etnias distintas, que ilustra a quebra de paradigmas da convicção confessional mackenziana.

Além do tradicional logotipo formado pela letra M, ainda há, ao lado, a Sarça, logo da Igreja Presbiteriana do Brasil – associada vitalícia do Mackenzie – e símbolo que representa (remetendo às escrituras sagradas) o chamado divino do casal de missionários Chamberlain, que plantaram, em 1870, a semente que germinou, cresceu e segue frutificando até hoje com sua missão de educar e cuidar do ser humano de forma integral para o exercício pleno da cidadania.

O círculo da imagem mostra Deus no centro de toda base do Mackenzie, e fundamento de sua existência, apontando para a tradição. Já o hexágono sinaliza a inovação constante e a busca por conhecimento, fazendo menção a um dos centros de pesquisa mais inovadores, o MackGraphe. As técnicas usadas foram fotografia, arte digital e composição gráfica.

Com tiragem de 15 mil blocos e valor de R$ 5,20 cada, a emissão está disponível para venda na loja virtual e, em breve, nas principais agências dos Correios.

- Propaganda -spot_img
Deve ler!
- Propaganda -spot_img
Notícias relacionadas
- Propaganda -spot_img

Deixe uma resposta.

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui