Estação Primeira de Mangueira é campeã do Carnaval 2019 do Rio.

A Mangueira conseguiu seu 20º título vencendo o Carnaval carioca de 2019.

G1

A tradicional escola “verde e rosa” desfilou na segunda-feira (4) sob o enredo “História para ninar gente grande” e homenageou a vereadora Marielle Franco, morta em março de 2018

A Escola deu uma aula de história dando destaque para heróis de resistência negros e índios em vez dos tradicionais heróis das páginas dos livros escolares, desconstruindo personagens como a Princesa Isabel, Dom Pedro I e Pedro Alvares Cabral.

O enredo foi assinado pelo carnavalesco Leandro Vieira e contado em 24 alas, cinco alegorias e 3.500 componentes na avenida. Em busca do título, a Mangueira exibiu uma bandeira do Brasil com as cores da escola no final do desfile.  A intenção do enredo foi mostrar a participação de líderes populares que influenciaram a história do Brasil e não têm suas realizações contadas nos livros. Neles, personagens negros, índios, com destaque também para mulheres como a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), Maria Felipe Oliveira, que liderou a resistência aos portugueses na Bahia e Luiza Mahin, líder do levante dos Malês, de pessoas escravizadas.

DIEGO MARANHÃO/AM PRESS & IMAGES/ESTADÃO CONTEÚDO

Leandro Vieira, que conquista agora o segundo campeonato da sua carreira, também celebrou a vitória. “A Mangueira merece esta festa. A Mangueira é uma escola que faz carnaval para representar uma comunidade importante. Segundo Vieira este foi um “carnaval de representatividade”. “Esses homens e essas mulheres aqui são os heróis do meu enredo, que merecem sempre ser exaltados. Aqui mora o que tem de melhor nesse país. E o que tem de melhor nesse país faz essa festa que o mundo todo aplaude”, afirma. A Escola é a segunda maior campeã entre as escolas de samba do Rio de Janeiro, com 19 títulos. O último título foi em 2016

Integrantes comemoram vitória da Mangueira – Fonte G1

Vitória de ponta a ponta

A Mangueira liderou a disputa de ponta a ponta. A escola e a Viradouro tiveram uma competição apertada nos primeiros três quesitos, mas, a partir do quarto, de alegorias e adereços, a Mangueira assumiu a primeira posição sozinha até o final da apuração das notas.

Quadra da Verde e Rosa em festa- G1

A escola  apenas perdeu três décimos durante toda a apuração, mas estas notas mais baixas foram descartadas na pontuação final.

Fonte G1 e REDETV