Conceituada e exemplo de sambista, Leci Brandão não esconde carinho especial com a Acadêmicos do Tatuapé. Durante a gravação do Clipe para o carnaval de 2020, ela fez questão de comparecer e cantou o samba-enredo ao lado do intérprete oficial, Celsinho Mody.

Momentos antes da gravação, Leci comentou que não teve tempo para decorar o samba todo pelos problemas pessoais que passou recentemente, mas garantiu esforço máximo. Durante o breve discurso da cantora, componentes se emocionaram, revelando a importância e respeito com a cantora.

Ao site CARNAVALESCO, Leci Brandão comentou sobre a forte ligação com a escola e recordou a época no grupo de acesso.

“A Tatuapé foi a primeira escola do Brasil a fazer uma homenagem pra mim, minha família desfilou, a Tatuapé na época ainda estava no acesso, e isso foi em 2012. Ela ficou em segundo lugar, trouxemos a escola pro especial e a partir daí foi só alegria”.

“Eu devo muito a Acadêmicos do Tatuapé, desde o presidente até os componentes que me pedem bênção. Sempre digo pra Deus abençoar o Mestre Higor e à toda comunidade, peço benção as baianas e velha-guarda. Eu devo muito a essa gente toda”.

No dia 26 de julho, a mãe da cantora Leci Brandão faleceu aos 96 anos, vítima de problemas cardiorrespiratórios. A cantora não esconde a dor, em toda trajetória dentro da música sempre destacou sentimento, inclusive em forma de canção, como; “Eu sou a filha da Dona Lecy” e “As coisas que mamãe me ensinou”. Leci demonstra força ao comentar e assegura que mãe continua protegendo.

“A gente sabe que não é fácil, pouco a pouco nós vamos melhorando, mas a Dona Lecy está lá de cima olhando por nós”.

A Acadêmicos do Tatuapé traz pra avenida o enredo: “”O ponteio da viola encanta… Sou fruto da terra, raiz desse chão… Canto Atibaia do meu coração”, sobre a cidade de Atibaia”, desenvolvido pelo carnavalesco Wagner Santos. A escola será a quinta a desfilar no Sambódromo do Anhembi na sexta-feira.