A feira, que acontece neste sábado, 17, promoverá um encontro entre os diferentes segmentos do ecossistema de negócios sociais

As periferias de São Paulo e a atitude empreendedora da população sempre foram terreno fértil para a criação de negócios regionais.

Mas foi só na última década que a junção dessa potencialidade com a necessidade de soluções em negócios, visando resolver problemas sociais, ganhou importância dentro e fora do território.

Esse ambiente inovador fez surgir os negócios de impacto periférico, e a Zona Leste, maior periferia da maior cidade do país, se abre como um polo potencial para o setor.

Fruto da articulação entre fomentadores das periferias da Zona Leste e da Zona Sul, o 1º Fórum de Negócios de Impacto na Periferia (FNIP ZL) será realizado pela primeira vez na Zona Leste (a Zona Sul já está na segunda edição).

O fórum ocorrerá no sábado, 17 de agosto, das 9h às 15h, no Galpão ZL, espaço recentemente reformado pela Fundação Tide Setubal e reinaugurado para fomentar, fortalecer e ampliar os negócios de impacto periférico em São Paulo. O Galpão ZL fica à rua Serra da Juruoca, 112, no Jardim Lapena.

Ecossistema de negócios sociais

O objetivo é promover um encontro entre os diferentes segmentos do ecossistema de negócios sociais. Direciona-se aos empreendedores das periferias da capital paulista, em especial a periferia da Zona Leste, dentro do quadrilátero formado por Itaquera, São Miguel, Itaim Paulista e Cidade Tiradentes.

A organização conta com a colaboração de articuladores, empreendedores, investidores e pessoal ligado aos negócios de impacto social e da economia criativa no Brasil.

Será um dia de muita conexão e formação empreendedora, com mais de 15 palestrantes convidados, exposição de cases de negócios de impacto da periferia e 3 mesas temáticas com a presença de empreendedores, representantes do governo, fundações e institutos de todo o Brasil.

O 1º FNIP ZL ainda contará com a participação de grupo musical local, feira de empreendedores e literatura periférica, além de outras atividades.

O evento é gratuito e, para participar, os interessados devem se inscrever no Sympla: bit.ly/2YmVqTE

Fonte: Catraca Livre