O Ministério da Saúde está enviando 39,4 milhões de EPIs (equipamentos de proteção individual) aos estados para equipes de saúde que trabalharão na rede pública no atendimento a pacientes com covid-19.

São 24 milhões de luvas para procedimento não cirúrgico, 14,2 milhões de máscaras cirúrgicas, 742 mil aventais, 290 mil toucas hospitalares, 100 mil sapatilhas e 60 mil óculos de proteção.


Além disso, os estados estão recebendo também 100 mil unidades de álcool etílico de 100 ml e outros 68,9 mil frascos de 500 ml.

A distribuição leva em conta a situação de cada estado. São Paulo, por exemplo, que tem o maior número de casos até o momento, vai receber 3,48 milhões de luvas e 3,10 milhões de máscaras.

Além disso, o governo está em processo de compra de mais 200 milhões de máscaras cirúrgicas, 40 milhões de máscaras N95, 240 milhões de luvas, 40 milhões de aventais, 80 milhões de aventais impermeáveis, 1 milhão de sapatilhas, 120 milhões de toucas, 1 milhão de óculos de proteção, 200 mil protetores faciais, além de 1 milhão de frascos de álcool etílico de 500 ml e a mesma quantidade em frascos de 100 ml.