O Instituto Vida Nova, ONG que atua há 21 anos na luta contra a aids em São Miguel Paulista, periferia de da cidade de São Paulo, vai realizar, em 1º de dezembro – Dia Mundial de Luta Contra a Aids, a terceira caminhada em solidariedade as pessoas vivendo com HIV/aids.

Este ano, devido ao distanciamento social imposto pelo novo coronavírus, o evento será online. A ideia é conscientizar a população para a importância da prevenção do HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e combater o estigma, preconceito e discriminação às pessoas com HIV/aids.

A iniciativa também quer engajar jovens e adultos nesta luta. O estigma e a discriminação estão entre os principais obstáculos para a prevenção, tratamento e cuidado em relação ao HIV. Temos que aproveitar o 1º de dezembro para provocar reflexões, dando visibilidade para esta causa que é de todos nós.

Para participar da caminhada é simples, basta se conectar, a partir das 14h50, nas redes sociais (Facebook e Youtube) do Instituto Vida Nova.

Neste ano, a programação está recheada de intervenções artísticas e lives. A ONG convidou especialistas na temática e cada um terá 10 minutos para contextualizar a política de aids e o Dia Internacional. A ideia é que os bate-papos sejam bem descontraídos, sem perder a importância do assunto. Cada participante terá até 3 minutos para fazer uma expressão artística: cantar, tocar algum instrumento musical, ler um poema, ler um trecho de um livro, fazer uma performance…

“Em 40 anos de história, muitas lutas foram necessárias para as conquistas que temos hoje, em tempos atuais vivenciamos também a pandemia da covid-19. Contudo não podemos flexibilizar, temos muito a melhorar”, comentou o idealizador do evento.

No Brasil, em 2018, segundo dados do Ministério da Saúde, foram diagnosticados 43.941 novos casos de HIV e 37.161 casos de aids, com uma taxa de detecção de 17,8 por 100 mil habitantes. Entre 1980 e junho de 2019, o país registrou 966.058 casos de aids.

Em São Paulo, de acordo com dados da Coordenação Estadual de DST/Aids, desde 1980 até o primeiro semestre de 2018, foram notificados mais de 267 mil casos de aids.
A taxa de incidência da doença em território paulista teve queda de 31,3% na última década. Em 2017, a taxa foi de 14,9 casos por 100 mil habitantes, contra 21,7 casos dez anos atrás. Em números absolutos, foram 8.763 casos em 2008, e 6.505 casos em 2017.

A caminhada solidária será realizada em parceria com a Coordenadoria de IST/Aids da Cidade de São Paulo, Coordenadoria Regional de Saúde da Zona Leste, Programa Estadual de DST/Aids e Subprefeitura de São Miguel Paulista.

Confira a programação:

14h50 – Abertura e Retrospectiva da Caminhada Solidária
Américo e Lu Marinatti – Musica: Brasil / Cazuza

15h00 – Boas Vindas
Jorge Eduardo R. Rodriguez – Presidente do Instituto Vida Nova

15h10 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

15h20 – Comunicação e Aids
Roseli Tardelli – Diretora da Agência de Notícias da Aids

15h30 – Intervenção Cultural
Drag Queen Gervásia Bhoreal – Da Seu Recado

15h40 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

15h45 – Política de IST/Aids
Subprefeitura de São Miguel – Sr. Ivaldo Silva
Coordenação Estadual de IST/Aids – Sr. Alexandre Gonçalves
Coordenadoria de IST/Aids da Cidade de São Paulo
Programa Municipal de DST/Aids de Guarulhos – Dr. Ricardo Gamboa
Coordenadoria de Regional de Saúde Leste – Sra. Elza de Santana Braga
Supervisão Técnica de Saúde – Sr. Wagner Gonçalves
Mopaids Movimento Paulistano de Luta Contra a Aids – Dr. Cláudio Pereira

16h45 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

Mobilização da Sociedade Civil Organizada
16h50 – CCLGBT Laura Vermont – Sr. Marcelo Shaddon
17h00 – Casa de Assistência Filadélfia CAF – Sra. Euci Selma
17h10 – Rede Paulista de Controle da Tuberculose – Sr. José Carlos Veloso

17h20 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

Intervenção Cultural
17h25 – Transformista Ashiley Close – Da Seu Recado

17h35 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

Ações de Prevenção das IST/HIV e Assistência Especializada
17h40 – CTA São Miguel – Sr. Jardel Macedo Soares
17h50 – SAE Fidélis – Sra. Andréia B. Paiva de Araújo
18h00 – RNP+ Núcleo Ceará (Pessoa Vivendo Com HIV) – Sr. Vando Oliveira
18h10 – ONG Para Todos – Sr. Ghe Santos

18h20 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

18h25 – Link ao vivo do Metro Tatuapé
Isabel Cristina Balla

Solidariedade Voluntária
18h30 – Maria Eunice S. Israel – Fundadora voluntária do Instituto Vida Nova
18h40 – Caio Dervage – Apoiador do Instituto Vida Nova

18h50 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

Pandemias – HIV X COVID-19
18h55 – Beto de Jesus – Assistência Emergencial AHF Brasil – Sr. Beto de Jesus
19h05 – Marta Mc Briton – Instituto Cultural Barong

19h15 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

Intervenções Culturais
19h00 – Ivo Brasil – Bloco Itaquerendo Folia

19h10 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

Ações de Prevenção das IST/HIV e Assistência Especializada
19h15 – CTA Sérgio Arouca – Sra. Isabel de Aquino Crilan
19h25 – CTA Guaianases – Sra. Eliane Sales

19h35 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

20h00 – Drag Queen Tchaka “A Rainha das Festas” Dá seu recado

20h10 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

Mobilização Artística
20h15 – Rapper Afro-X
20h25 – Vanessa Jackson
20h35 – Mano Chel

20h45 – Resenha com Lu Marinatti e Américo Nunes

20h50 – Link ao vivo do Metro Tatuapé
Isabel Cristina Balla

Diversidade pessoas Trans/Travestis
21h10 – Caroline Iara – Ativista
21h20 – Raphaela Fini – Projeto TransPrevenção Instituto Vida Nova
21h30 – Gil Santos – Ativista
21h40 – Michelly X – Estilista
21h50 – Luiz F. Uchoa – Ativista

22h00 – Resenha de encerramento com exibição de vídeo
Lu Marinatti e Américo Nunes

Serviço:

3ª Caminhada Solidária de Luta Contra a Aids – Zona Leste

Quando: 1º de dezembro, dia Mundial de Luta Contra a Aids

Onde: Transmissão ao vivo e simultânea no Facebook e Youtube

Horário: Das 14h50 às 22h00

Dica de entrevista

Organização do evento

Tel.: (11) 2297-1516

E-mail: ividanova2@gmail.com