- Propaganda -spot_img
InícioCulturaJovens da periferia refletem sobre a realidade por meio da arte com...

Jovens da periferia refletem sobre a realidade por meio da arte com o Projeto Espetáculo 2021

- Propaganda -spot_img

Em novembro, as Fábricas de Cultura, programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciado pela Poiesis, localizadas nas zonas Norte e Sul de São Paulo e Diadema, apresentam o Projeto Espetáculo 2021, ação artístico-pedagógica de produção coletiva que reúne jovens a partir dos 12 anos para participar de um processo artístico, que engloba pesquisa, construção e apresentação de um espetáculo.

Após oito meses de trabalho, os aprendizes e arte-educadores irão apresentar cinco peças audiovisuais. As produções foram feitas cumprindo o isolamento social. Desta forma, sob a orientação dos arte-educadores, os aprendizes se dividiram em núcleos e trabalharam por meio de salas virtuais e das redes sociais.

O ponto de partida das produções foi a análise sobreposta dos trabalhos do fotógrafo Sebastião Salgado com as obras de artistas originários dos territórios das Fábricas de Cultura. Fotografias, murais e pinturas, foram analisadas à luz das realidades local e global gerando reflexões, as quais foram expressas por meio da poesia, do teatro, da dança e da música. Além da atuação, os jovens colaboraram na construção dos roteiros e personagens, das músicas e coreografias e dos cenários e figurinos. Confira os detalhes das produções:

No dia 23 de novembro, às 15h, os aprendizes da Fábrica de Cultura Capão Redondo apresentam a peça audiovisual “A vida é um sonho?”. Nessa produção, o público será guiado pelo personagem Marsalis, um MC que traz uma reflexão musical sobre o Lado A e o Lado B dos Sonhos. Com uma banda cênica em ação, a peça show audiovisual passa por quatro estações dessa viagem: Sonho, Utopia, Pesadelo e Despertar, com músicas autorais e homenagens que vão de Martin Luther King ao poeta Sérgio Vaz.

Já na peça audiovisual “Cadê meu Carnaval?! – O Canto nos Afrosambas e Lamentos”, os aprendizes da Fábrica de Cultura Brasilândia contam a história de uma mãe e seus dois filhos que buscam inspiração e força nos cantos, nos lamentos e na calunga que liga a sua verdadeira terra. Eles cantam para o trabalho ter sentido, eles gracejam para que a vida tenha sentido enquanto aguardam o carnaval. A apresentação será no dia 23 de novembro, às 19h.

Na produção “Fome: Sobrevivência, Justiça e Conflitos”, que será transmitida no dia 25 de novembro, às 14h, o núcleo de aprendizes da Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha exibirá um álbum visual desenvolvido sob a perspectiva da fome, criado pelo ponto de vista de questões atuais e permeado por 3 blocos temáticos: sobrevivência, justiça e reparações, conflitos e encontros de gerações.

Com “Saltar”, os aprendizes da Fábrica de Cultura Jaçanã mostram a história de uma cidade sitiada e de bases autoritárias que passa a vivenciar uma série de eventos suspeitos. É neste cenário que um grupo de habitantes resolve saltar os muros que formam a fronteira da cidade e seguir em direção à uma jornada que os levará ao único ponto visível na linha do horizonte: um farol e sua luz intermitente. A produção será transmitida no Youtube das Fábricas de Cultura no dia 25 de novembro, às 20h.

Diferente das demais unidades das Fábricas de Cultura, a de Diadema contará com duas apresentações presenciais dos espetáculos produzidos pelos aprendizes e arte-educadores: o Projeto Espetáculo com Show de Música e o Projeto Espetáculo de Realidade Aumentada .

No Projeto Espetáculo com Show de Música, o público poderá acompanhar no Teatro da Fábrica de Cultura Diadema o show “Noite de Cores”, que terá composições e canções autorais dos aprendizes, retratando a alegria, a dor, a luta e os sonhos da juventude em seu cotidiano. As apresentações serão realizadas nos dias 18,19 e 23 de novembro, quinta, sexta e terça-feira, às 20h; no dia 20, sábado, às 18h; e no dia 21, domingo, às 16h. Os ingressos devem ser retirados uma hora antes do horário programado.

Já no Projeto de Realidade Aumentada, a proposta é fazer com que seis obras da mostra “Habitat” interajam com os espaços da unidade, criando um tipo de jogo em que o participante, por meio de um dispositivo móvel, possa ter acesso a um ambiente expandido nas instalações da Fábrica.

Nos corredores do 1° e 2° Andar da unidade, a “Instalação em realidade aumentada” propõe um jogo de luzes proporcionados pelos blocos de vidro colorido ganham vida quando os visitantes apontam o celular para o corredor. Já na sala Multiuso e no Foyer do Teatro, a obra “Mural interativo online” permite que o público use os próprios aparelhos para criar releituras de personagens do folclore brasileiro.

Na biblioteca, uma chamada que passa nas telas dos computadores convida o leitor a apontar seu celular para os QR Codes instalados nas estantes. Assim que o fizer, um poema saltará de sua tela envolvendo o ambiente com a atmosfera do gênero escolhido.

Quem passar pela Sala Multiuso poderá colocar os óculos de realidade virtual. Desta forma, o visitante é convidado a explorar um labirinto repleto de elementos sobre a vida de uma pessoa. A experiência coletiva desafia o participante a encontrar a si mesmo em algum lugar.

Outra obra que ocupará a Sala Multiuso é a “Galeria”, uma experiência de realidade aumentada que demonstra desde o início da história e da geometria as criações da humanidade que culminaram nas obras de artistas como Jacob Lawrence e do brasileiro Rubem Valentim.

A última obra da mostra Habitat é a “Caça ao Folclore”, realizada na recepção e nos pontos de coleta de lixo espalhados pela Fábrica. Logo na chegada à Fábrica, os visitantes são convidados a interagir com o anfitrião e entrar numa missão: Ajudar os personagens do nosso folclore a destinar corretamente o lixo para preservar seu habitat. Quem encontrar todas as pistas recebe um agradecimento especial.

No dia 20 de novembro, das 15h às 18h, a atividade contará com visitação guiada pelos aprendizes e educador. No dia 18, quinta-feira, a visitação guiada será das 18h às 20h. A visitação livre será aberta no dia 19 de novembro, sendo de terça a quinta das 10h às 19h, sextas das 10h às 17h e sábados das 9h às 13h.

——

SERVIÇO:

Fábrica de Cultura Capão Redondo

A VIDA É SONHO?

23/11 às 15h.

Faixa Etária: a partir de 12 anos

Participação: Aberta ao Público

Plataforma: Youtube.

Ficha Técnica:

Orientação Artística: Bernadeth Alves | Direção: Adriano Matos e Ícaro Rodrigues | Direção de Arte: Caio Franzolin e Caio Marinho | Direção de filmagem, Edição, Montagem e Fotografia: Fernando Solidade | Preparação Corporal: Ivo Alcântara | Preparação de Narrativa e Vocal: Carolina Nagayoshi | Cenografia | Coordenação: Caio Marinho / (integrantes da Trilha de Cenografia) – Beatriz Lima Fonseca; Cirlene da Conceição Silva; Felipe Oliveira; Giovanna Ferreira; John Esley Nascimento; Nathalia Reis Silva | Figurino | Coordenação: Caio Franzolin / (integrantes da Trilha de Figurino) – Adinalva de Sousa; Agatha Mendes; Alex da Silva; Eliane Veloso; Fátima Santos; Fernanda dos Santos; Gabriela Amadeu; Giovana Béssem; Giovanna Paião; Guilherme de Souza; Janaína Belizario; Jhonatan Gouveia; Joana de Medio; Leticia Menino; Murillo Euzebio; Sarah de Freitas; Silvana Araújo; Talita de Medio; Thales Martins; Thaylaine Berbel; Valneide Rocha; Vanessa Nascimento; Vera Lucia Almeida; Waldnéia Oliveira | Costureira: Magê Blanques | Adereços: Maria Rosa Honorato | Iluminação e Assistente de câmera: Diego F. F. Soares | Técnica e Técnico de som: Aghata Santos e Rafael Fish | Técnico de Gravação, Mixagem e Masterização: Daniel Marinho | Mixagem e Masterização: Tony Kaluama | Apoio na produção técnica geral: Eduardo Duetho, Selma Silva, Tony Auz e Vítor Silva | Assistência de Produção: Rodrigo Cândido | Produção: Fábricas de Cultura e Poiesis

Participantes do Audiovisual:

Ana Carolina | Dener Vinicius | Elisa Paixão | Lia Almeida | Lucas França | Madu Alves | Murillo Silva | Nando Prado | Renata Silvas | Ta Yná Lima.

Fábrica de Cultura Brasilândia

CADÊ MEU CARNAVAL?! – O Canto nos Afrosambas e Lamentos

23/11 às 19h.

Faixa Etária: a partir de 12 anos

Participação: Aberta ao público

Plataforma: Youtube.

Ficha Técnica:

Orientação Artística: Bernadeth Alves | Direção: Antonia Mattos e Livia Golden | Vídeo Art e Mapping: Luciana Ramin | Direção de arte: Cleydson Catarina | Direção Musical: Ricardo Perito | Preparação Corporal: Veronica Santos | Preparação de Narrativa: Ricardo Perito | Preparação Vocal: Livia Golden | Figurino | Coordenação: Cleydson Catarina / (integrantes da Trilha de Figurino) – Ana Paula Guedes, Danny Bonates, Grayziele Silva da Cruz, Ingrid Alves Sena, Natália Telles Ferreira, Nirely Golzenluchte, Yago de Araújo Machado | Assistente de Produção: Joana Pegoari | Produção: Fábricas de Cultura e Poiesis.

Participantes do Audiovisual:

Adriana Albano | Bruna Venanzoni | Daniel Huiris Brasi | Guilherme Oliveira | Fagundes Emanuel | Jessica do Nascimento Pinto | Joyce Fernanda | Lucas Manoel Aureliano da Silva | Maria Clara | Pedro Vinicius | Sandra Xavier | Yago Moura | Yasmin Magalhaes.

Colaboradores:

Camila Cardoso da Costa | Gabriela Monte | Giovana Lopes | Jonatham Alexandre | Pedro Henrique | Sandro Rabelo da Costa | Tatiane Araújo Rodrigues | Thayná Celestino Dias.

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha

FOME: SOBREVIVÊNCIA, JUSTIÇA E CONFLITOS

25/11 às 14h

Faixa Etária: a partir de 12 anos

Participação: Aberta ao Público

Plataforma: Youtube.

Ficha Técnica:

Orientação Artística: Bernadeth Alves | Direção: Marcio Castro e Vitor Alexander | Direção de Arte: Adriana Chung / (integrantes da Trilha de Cenário e Figurino) – Tatiane Cerqueira e Alana Taylane | Ilustrações: Aprendizes do Projeto Espetáculo | Lettering: Corie Arissa | Direção Musical: Vitor Alexander | Videomaker: Eduardo Liron | Preparação Corporal: Maria Carolina Dressler e Wagner Marinho | Preparação de Narrativa: Melina Resende | Preparação Musical e Vocal: André Sant’Anna | Mixagem e Masterização: Daniel Maia e Rodrigo Carraro | Manutenção da exposição: Edmilson Cardoso, Charlie dos Santos, Josimar Santos | Técnica de Iluminação: Laiza Menegassi | Acessibilidade: Mais Diferenças | Assistência de Produção: Amanda Tolentino e Victor Poeta | Produção: Fábrica de Cultura e Poiesis.

Participantes do Audiovisual:

Alana Taylane | Anderson Gomes | Bárbara Scalabrim | Corie Arissa | Eduarda Silva | Gretta Kali | Igor Jojo | Jaqueline Samaris | Isabella Braga | Lucas Braz | William Luiz.

Colaboradores:

Amanda Lorrainy | Bruna Laleska | Gabriel Novaes | Isabella Francisquinho | Jamile Mendes | Juliane Sousa | Miguel Novaes | Murilo Santos | Raíssa Lima | Salis Vaz | Ulisses Duo.

Fábrica de Cultura Jaçanã

SALTAR

Data e horário: 25/11 às 20h

Faixa Etária: a partir de 12 anos

Participação: Aberta ao Público

Plataforma: Youtube.

Ficha Técnica:

Orientação Artística: Bernadeth Alves | Direção: Nathália Bonilha e Vinicios Silva | Direção de Arte: Marisa Soou e Mauro Martorelli | Videomaker: Nicolas Gomez | Direção Musical: Ricardo Higino | Trilha Sonora | Coordenação: Cláudia Felisberto e Ricardo Higino / (integrantes do Núcleo de pesquisa para a trilha sonora) – Kaue Lima, Edna Lemos, Eduardo Amaral, Saymon Cardim e Paulo Vitor dos Santos | Técnico e Técnica de áudio e mixagem: Matheus Sol e Rebeca Montanha | Gravação da Percussão: Reinaldo Costa Moitin | Preparação Corporal: Vinicios Silva | Preparação de Narrativa: Cynthia Chalegre e Nathália Bonilha | Preparação Vocal: Cláudia Felisberto | Cenografia: Mauro Martorelli | Figurino: Marisa Soou / (integrante do Núcleo de Figurino) – Gê Apple | Assistente de cenografia: Leandro Cazão | Costureira e assistência de figurino: Pâmela Rosa | Assistência de Produção: Igor Souza | Produção: Fábricas de Cultura e Poiesis.

Participantes do Audiovisual:

Alef Lima | Edna Lemos | Eduardo Amaral | Elisnara Sinésio | Filipe Nunes | Kaio Mutti | Kaue Lima | Paulo Vitor dos Santos | Saymon Cardim | Wilian Sousa.

Colaboradores:

Bruna Almeida | Isabella dos Santos | Júlia Ferreira Santos | Kailany Santos | Raphaela Durval | Samira de Oliveira | Sarah Lustosa.

Fábrica de Cultura Diadema

SHOW DE MÚSICA

18,19 e 23/11 às 20h.

20/11 às 18h.

21/11 às 16h.

Faixa etária: a partir de 12 anos

Local: Teatro da Fábrica de Cultura Diadema.

Ingressos: Distribuição 1h antes do espetáculo. A capacidade de lugares do Teatro estará condicionada ao protocolo vigente. Duração aprox.: 60 min.

Ficha técnica:

Arte-educador PE Show de Música / Direção Geral e Musical: Leonardo Acevedo | Arte-educador de Voz: Erik Araújo | Arte-educador de encenação / Direção Artística: Wesley Vieira | Produção: Fábricas de Cultura e Poiesis | Arte-educador de cenário / Cenografia: Luiz Land | Arte-educador de figurino: Jerona Ruyce | Operação de Luz e Som: Equipe de Articulação e Difusão.

Músicas:

1. O Que Te Atravessa; 2. Zero (Versão); 3. Canção Barata; 4. Menina Mulher; 5. Killing Me Softly (Versão); 6. Olha Aí / Lembrança de Um Beijo (Versão); 7. Sem Raízes; 8. Flor no Concreto; 9. A Flor da Pele Preta; 10. Noite de Cores.

Compositores:

Agatha Pereira | Ailton Martins | Elisângela Martins | Fabio Olí | Igor Banks | Jan Lele Soares | Jhessy Santos | Jucih Loureiro | Tabs Ferre | Vitória Peev.

PROJETO ESPETÁCULO EM REALIDADE AUMENTADA E VIRTUAL

Visitação guiada pelos aprendizes e educador: Dias 13 e 20/11 das 15h às 18h e dias 17 e 18/11 das 18h às 20h.

Visitação livre: a partir de 19/11, sendo de terça a quinta das 10h às 19h, sextas das 10h às 17h e sábados das 9h às 13h

Faixa etária: a partir de 12 anos.

Ficha técnica:

Arte-educador PE RA/RV: Anderson Gonçalves | Produção: Fábricas de Cultura e Poiesis

Aprendizes que fizeram parte do projeto: Anamaria Amaral Rezende Galeotti | Clóvis Cândido de Farias | Felipe Freitas da Silva | Fernanda Carolina Armando Duarte | Gabriel Edivaldo Oliveira Bezerra da Silva | Isabela Nunes dos Santos | João Paulo Schlittler | Jorge Ferreira Franco | Mara Silvia Manzo de Morais | Polyne Graboschii Whittaker Franco.

Fábrica de Cultura Brasilândia

Avenida General Penha Brasil, 2508 | Telefone: (11) 3859-2300

Fábrica de Cultura Capão Redondo

Rua Bacia de São Francisco, s/n | Telefone: (11) 5822-5240

Fábrica de Cultura Diadema

Rua Vereador Gustavo Sonnewend Netto, 135 – Centro – Diadema/SP | Telefone: (11) 4061-3180

Fábrica de Cultura Jaçanã

Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138 | Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360 | Telefone: (11) 2249-8010.

Fábrica de Cultura Jardim São Luís

Rua Antônio Ramos Rosa, 651 | Telefone: (11) 5510-5530.

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha

Rua Franklin do Amaral, 1575 | Telefone: (11) 2233-9270

Acessibilidade: as Fábricas de Cultura Vila Nova Cachoeirinha, Brasilândia, Jaçanã, Capão Redondo, Jardim São Luís e Diadema oferecem rampa de acesso para pessoas com mobilidade reduzida, elevador, sanitários acessíveis, piso tátil, equipamentos que permitem a leitura para pessoas com deficiência visual e motora, impressoras braille, leitor de audiobooks e acervo com mais de 110 exemplares em braille (livros e audiobooks).

E-mail: [email protected]

Devido à pandemia da Covid-19, a programação cultural vem ocorrendo de forma on-line. Todas as atividades são gratuitas. Saiba mais no hotsite +Cultura e no site das Fábricas de Cultura . *Sujeito às mudanças mediante orientações dos órgãos responsáveis.

SOBRE AS FÁBRICAS DE CULTURA

As Fábricas de Cultura são espaços de acesso gratuito que promovem diversas atividades artísticas. Criadas com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural por meio da interação com a comunidade, as Fábricas oferecem uma programação cultural diversificada. Nas unidades você encontrará cursos, atividades, bibliotecas e estúdios de gravação. Em 2020 e 2021, o Programa Fábricas de Cultura – instituições da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, gerenciadas pela Poiesis – conta com o patrocínio do Instituto Center Norte por meio da Lei Rouanet. O apoio contribui para a realização de atividades de formação e difusão cultural.

- Propaganda -spot_img
Deve ler!
- Propaganda -spot_img
Notícias relacionadas
- Propaganda -spot_img

Deixe uma resposta.

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui