Jurado de desfile em SP terá nota descartada por comportamento inadequado

0
88

Julgador fazia parte da avaliação de alegoria

apuração da campeã dos desfiles Grupo Especial das escolas de samba de São Paulo tem início às 16h desta terça-feira (25) no Sambódromo do Anhembi, mas uma das notas do quesito alegoria será descartada. De acordo com informações da Liga das Escolas de Samba, um dos jurados, Marco Antônio Nieves Cardoso, terá as notas inutilizadas por “comportamento inadequado”. Em vídeo que circula nas redes sociais, o avaliador, que é professor universitário, aparece dançando durante o desfile, o que não é permitido. 

De acordo com o presidente da Liga das Escolas de Samba, Paulo Sérgio Ferreira, o Serginho, o jurado será acionado judicialmente.PUBLICIDADE 

Cada um dos quesitos será avaliado por quatro jurados, e menor pontuação recebida não será contabilizada.  Os quesitos são bateria, harmonia, evolução, samba-enredo, mestra-sala e porta-bandeira, comissão de frente, alegoria, enredo e fantasia.

Ao todo, 14 escolas disputam o título de campeã: Barroca Zona Sul, Tom Maior, Dragões da Real, Mancha Verde, Acadêmicos do Tatuapé, Império de Casa Verde, X-9 PaulistanaPérola Negra, Colorado do Brás, Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre, Águia de Ouro, Unidos de Vila Maria e Rosas de Ouro. Os nove quesitos das notas serão lidos na seguinte ordem: Fantasia, Comissão de Frente, Samba-enredo, Harmonia, Evolução, Mestre-sala e porta-bandeira, Enredo, Alegoria e Bateria, que será o primeiro critério de desempate para chegar até a agremiação campeã em 2020.

No Carnaval de 2020, haverá a descida do Grupo Especial para o Grupo de Acesso das duas escolas que obtiverem as piores pontuações. Duas do Acesso subirão.