O muralista paulistano Eduardo Kobra leva para as ruas um dos seus maiores e mais planejados projetos. Amanhã, 27, dia em que faz 44 anos de vida, ele começa a exposição itinerante “Galeria Circular” onde levará suas obras, entre originais e reproduções, até o dia 8 de setembro, sempre das 9h às 17h, a 13 lugares da Grande São Paulo, especialmente da periferia. 

Para a exposição, que celebra 30 anos de trabalho nas ruas da maior cidade do País, Kobra conta com um ônibus completamente adaptado, que foi transformado em uma galeria de arte. A exposição tem entrada franca. 

Sonhei com esse projeto durante três anos. Tem tudo a ver com as minhas origens. Tudo o que fiz ao redor do mundo devo a São Paulo. Em dez anos fiz apenas duas exposições, ambas no Exterior. Agora, temos esse ônibus que virou uma galeria, onde posso levar meu trabalho de acordo com o objetivo maior da arte pública: possibilitar a todas as pessoas o acesso à arte”, conta Kobra, que tem murais realizados em 20 países, o primeiro feito em Londres, no Reino Unido, em 2011, na parede externa do importante centro cultural Roundhouse. 

A chance para viabilizar o trabalho aconteceu quando Kobra conheceu a Transwolff. “Quando entrei em contato e disse que a ideia era levar às pessoas das comunidades o acesso à arte, eles tiveram uma visão de vanguarda e cederam imediatamente. Se não fosse pela sensibilidade, visão e parceria dos proprietários, esse projeto seria muito mais difícil”, diz o muralista, que acrescenta: “Além disso, tiveram o cuidado de ceder um ônibus elétrico, novo, com acesso para cadeirantes, que não estava em circulação e que entrará em linha após a exposição, dentro do conceito de Frota Verde da empresa, o que também foi decisivo para mim, já que a defesa da ecologia é um dos pilares da minha atuação”. 

SERVIÇO:
Exposição itinerante “Galeria Circular”, de Eduardo Kobra
Diariamente das 9h às 17h

Dia 27 de agosto, terça-feira, 
Onde – Campo Limpo (Zona Sul), Projeto Arrastão, à rua Dr. Joviano Pacheco de Aguirre, 255, com apresentação do grupo de percussão “Arrasta Lata” às 13h30. 

Dia 28 de agosto, quarta-feira
Onde: Grajaú (Zona Sul), à Praça José Boemer Roschel, na esq. da av. Carlos Oberhuber com rua Rubem Souto de Araújo, na Vila São José;

Dia 29 de agosto – quinta-feira.
Onde: Paraisópolis (Zona Sul), no CEU Paraisópolis, à rua Dr. José Augusto de Souza e Silva, s/n, com apresentação do Balé de Paraisópolis, às 14h. 

Dia 30 de agosto, sexta-feira
Onde:  em Diadema, à Praça da Moça, no Centro 

Dia 31 de agosto, sábado
Onde: Itaquera (Zona Leste), no Parque do Carmo, à av. Afonso de Sampaio e Souza, 951

Dia 1º. de setembro, domingo 
Onde: Vila Madalena (Zona Oeste), à rua Medeiros de Albuquerque, 270;

Dia 2 de setembro, segunda-feira
Onde: Vila Guilherme (Zonas Norte), no Parque do Trote, à av. Nadir Dias de Figueiredo, s/n 

Dia 3 de setembro,  terça-feira
Onde: Brasilândia (Zona Norte), na Fábrica de Cultura Brasilândia, à av. General Penha Brasil, 2.508 

Dia 4 de setembro, quarta-feira
Onde: Heliópolis (Zona Sul), CEU Heliópolis, à Estrada das Lágrimas, 2.385, com apresentação de RAP, em horário ainda indefinido;

Dia 5 de setembro, quinta-feira
Onde: Cidade Tiradentes (Zona Leste), Creche Nossa Senhora do Divino Pranto, à av. dos Metalúrgicos, 1.899 

Dia 6 de setembro, sexta-feira
Onde: Jardim Noronha (Zona Sul),  no Campo de Futebol, à rua Três Corações, à altura do número  874, no ponto final da linha Jd. Porto Velho 

Dia 7 de setembro, sábado
Onde: Bom Retiro (Centro), no Projeto Novos Sonhos, à Al.  Cleveland, 484, com apresentação da Companhia Infantil e Juvenil Novos Sonhos, com música clássica e percussão, respectivamente, a partir das 13h30

Dia 8 de setembro, domingo
Onde: av. Paulista (Paraíso), à Praça Osvaldo Cruz, em frente ao Japan House, esquina com rua 13 de Maio