- Propaganda -spot_img
InícioAtualidadesMarcelo Queiroga aceita convite e é o novo ministro da Saúde

Marcelo Queiroga aceita convite e é o novo ministro da Saúde

- Propaganda -spot_img

O médico Marcelo Queiroga aceitou o convite de Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Saúde. O presidente confirmou a troca no comando da pasta em contato com apoiadores no inicio da noite desta segunda-feira (15).

Com isso, ele será o quarto ministro da pasta no governo Bolsonaro, substituindo o general Eduardo Pazuello. Antes dele, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich ocuparam o cargo.

“A conversa foi excelente. Eu já o conhecia há alguns anos, então não é uma pessoa que eu tomei conhecimento há alguns dias, e tem tudo, no meu entender, para fazer um bom trabalho, dando prosseguimento em tudo que o Pazuello fez até hoje. No tocante às vacinas, um programa bastante ousado, mais de 400 milhões de doses contratadas até o fim do ano, e essa política de vacinação em massa continuará cada vez mais presente em nosso governo”, disse o presidente, elogiando a gestão do general na pasta.

O novo ministro é presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia e próximo de um dos filhos de Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), segundo o repórter Caiã Messina, no Jornal da Band

Com a troca, o Planalto espera mais agilidade na distribuição de vacinas, mas quer que ele não se envolve em polêmicas, como a questão do tratamento precoce da covid-19, defendido pelo presidente por diversas vezes, e a adoção de lockdown em cidades diante do aumento de casos e leitos de UTI ocupados com infectados em tratamento. 

Antes de Queiroga, a cardiologista Ludhmila Hajjar foi convidada para substituir Pazuello e chegou a se reunir com Bolsonaro no último domingo. Porém, não houve consenso sobre como o Ministério da Saúde poderia passar a gerir as políticas para o combate à Covid-19 sob seu comando e ela declinou do convite.

O novo ministro assume o cargo em meio ao momento mais crítico da pandemia de covid-19, que já computa mais de 278 mil mortos no Brasil em pouco mais de um ano. Bolsonaro prevê que o processo de transição do cargo dure ao menos duas semanas. O nome do novo ministro será publicado no Diário Oficial desta terça

Fonte: Jornal da Band / Imagem em destaque: Marcelo Queiroga — Foto: Divulgação

- Propaganda -spot_img
Deve ler!
- Propaganda -spot_img
Notícias relacionadas
- Propaganda -spot_img

Deixe uma resposta.

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui