O deputado Federal marcos Pereira, presidente do PRB e Vice Presidente da Câmara dos Deputados foi empossado ontem (06/06), na Presidência do Conselho de Administração da Softex (Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro), entidade que há mais de 20 anos atua pela promoção da competitividade e excelência do software nacional.
A cerimônia contou com a presença do presidente da Softex, Ruben Delgado, e dos secretários do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Paulo Alvim, Secretário de Empreendedorismo e Inovação, e Júlio Semeghini, Secretário Executivo. Na ocasião o deputado reafirmou o seu compromisso de atuar em favor da construção de um ambiente regulatório favorável ao setor, compatível com uma realidade da expansão tecnológica promovida pela “Indústria 4.0” e pela revolução da “Internet 5G”, trazendo uma nova onda de oportunidades para a inovação “made in Brasil” e expandindo a presença do produto nacional nos mercados internacionais.


Na oportunidade, foram promovidos os ajustes estatutários necessários à nova estrutura administrativa do Governo Federal, e sua respectiva reprodução, por meio dos novos representantes governamentais, no âmbito do Conselho de Administração da Softex.
Em seu discurso de posse Marcos Pereira, falando como presidente do Conselho de Administração da Softex destacou os desafios que se colocam: A transformação do ambiente regulatório brasileiro, frente ao desafio da “disrupção” na economia global, onde novas startups surgem todo dia, com o lançamento de novos produtos e serviços baseados em plataformas tecnológicas inovadoras, que possibilitam a geração de negócios em escala mundial.
Destacou também a “nova ordem mundial”, onde a agilidade e velocidade de circulação de capitais, bens e serviços é a tônica dominante, há que se transformar profundamente não só o excesso regulatório de natureza burocrática, mas também a mentalidade da administração pública brasileira, onde ainda predomina o rigor à forma, ao papel e ao carimbo.
Falou da urgência para redefinição das políticas públicas para o setor de Tecnologia, Informação e Comunicação – TIC, mas também o redesenho da própria atuação do poder público frente à essa nova realidade, com a adoção de mecanismos tarifários, aduaneiros e de fomento financeiro totalmente aderentes à necessária agilidade trazida pelos novos tempos.
E finalizou a sua fala ressaltando o relevante papel da Softex nesse contexto, em estrito cumprimento do seu propósito estatutário, de impulsionar o desenvolvimento científico e tecnológico, por meio da difusão da cultura de empreendedorismo, fomentando as iniciativas de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), além do necessário intercâmbio tecnológico e de conhecimento.