Os moradores de Guaianases, na Zona Leste de São Paulo, têm sofrido com o furto de placas de sinalização no bairro.

Um vídeo gravado por uma câmera de segurança do bairro mostra o momento em que um homem, já com uma placa de sinalização nos braços, coloca um degrau improvisado e arranca outra placa. Depois de trinta segundos ele sai calmamente com as peças furtadas.

As pessoas que trabalham ou moram na região dizem que o problema já é antigo. “Eu já trabalho aqui há cinco anos e a placa não dura mais do que 15 dias, não passa disso. O pessoal da CET vem, organiza, coloca tudo aqui direitinho e aí com no máximo dez dias, as placas já são retiradas”, disse Adilaine Cristina Buarque, em entrevista ao Bom Dia SP.

Apenas na esquina das Ruas General Leônidas Cardoso e Itiquira, em Guaianases, a reportagem contabilizou a falta de 17 placas de trânsito.

Os professores de autoescola da região enfrentam dificuldade para ensinar os alunos a dirigir. “Eles ficam meio perdidos, sem saber se vão fazer o retorno, se podem parar, se é uma preferencial”, disse o instrutor de autoescola, Sérgio Donizete Maciel.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) disse que vai fazer vistorias na região. Em nota, a CET informou que criou um departamento de zeladoria para cuidas das placas de sinalização em 2017 e que em dois anos mais de 50 mil placas foram recuperadas, substituídas e implantadas. Ainda, de acordo com a companhia, 40% das placas recuperadas foram alvo de furto, pichação e vandalismo. Os pedidos de manutenção das placas podem ser feitos pelo telefone 1188.

A Secretaria Estadual da Segurança Pública disse que não localizou boletins de ocorrência semelhantes aos casos relatados, mas que vai analisar as imagens para identificar possíveis suspeitos.

Fonte: As informações são do portal de notícias ‘G1’.