De: Henrique Santos.

Estudantes de uma escola no bairro Jardim Iguatemi, localizado na zona leste da capital, se tornaram reféns da criminalidade. Segundo denúncias feitas ao Acontece Agora, uma série de arrastões têm ocorrido no horário noturno após o encerramento das aulas.

Armados, os assaltantes abordam os jovens nas proximidades do colégio e exigem celulares e outros objetos de valor. Ainda segundo os moradores, o modo operante dos bandidos é o mesmo. Sempre encapuzados, eles encurralam as vítimas em duas motos e são agressivos.

“Encurralaram doze adolescentes, inclusive meu filho. Subtraíram onze celulares e ainda puxaram os cabelos de uma aluna. […] colocaram uma ponto 40 na barriga do meu filho”, conta a mãe de uma das vítimas, que não quis se identificar para não expor a integridade da sua família.

O arrastão mais recente ocorreu na última segunda-feira, 1, perto da escola E.E Jardim Iguatemi. Enquanto aguardavam o ônibus para retornar a suas casas, os estudantes estiveram a mercê de um cenário traumatizante. Não satisfeitos, os criminosos deram início a um “itinerário de assaltos” que também passou pela Rua Pedro Paulo Pimentel.

A iluminação é outro ponto aquém do ideal. O trecho percorrido por alguns jovens é cercado pelo mato alto e o ponto de ônibus fica mergulhado no breu noturno. Facilitando a chegada súbita dos ladrões.

Medo e a frequência dos arrastões fez com que os pais dos estudantes se mobilizassem entre si para divulgar o assunto na tentativa de melhorar as ações policiais no distrito, além chamar a atenção do poder público para o caso. O episódio dos 12 alunos assaltos foi registrado no 49 DP (Distrito Policial), em São Mateus, e segue em investigação.

O ‘Acontece Agora’ segue de perto o desenrolar dos fatos e deixa o espaço aberto para o posicionamento da escola E. E Jardim Iguatemi e demais instituições.

Abaixo, veja o vídeo da chegada dos assaltantes em um dos pontos no bairro:

Vídeo de Reprodução.

Fonte: As informações são da redação do ‘Acontece Agora’.