Após mais de 80 dias internado, Maguito Vilela morre em UTI

O ex-governador de Goiás e prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela, morreu na UTI no Hospital Albert Einstein, em são Paulo, às 4h desta quarta-feira (13). A morte foi confirmada pela assessoria de imprensa do emedebista. A equipe médica precisou aumentar as doses dos medicamentos para controlar a infecção pulmonar que se agravou na semana passada e nesta madrugada ele não resistiu.

Maguito, que estava internado desde o dia 22 de outubro, será sepultado em Jataí, onde nasceu. A família já está providenciando o translado do corpo.

Nota divulgada pela Secretaria de Comunicação da capital informou que “É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do prefeito de Goiânia, Maguito Vilela, ocorrido nesta madrugada de 13 de janeiro. Internado desde o dia 22 de outubro para tratar da Covid-19, Maguito lutava contra uma infecção pulmonar diagnosticada na semana passada. A família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal. Assim que tivermos mais informações repassaremos à imprensa”.

Maguito perdeu duas irmãs para a Covid-19 em intervalo de menos de dez dias em agosto de 2020. No dia 19, morreu Nelma Vilela Veloso, de 76 anos, que tinha diabetes e problemas pulmonares, comorbidades que agravaram o quadro. Já no dia 28, a irmã mais velha, Nelita Vilela, de 82 anos, também faleceu.

O político passou por vários cargos públicos em Goiás: vereador, prefeito, governador e senador. Foi eleito gestor da capital com 52% dos votos no 2º turno das Eleições 2020, tomou posse de forma virtual e se licenciou do cargo.

Fonte: Sagres Online / G1 – Imagem em destaque: Divulgação (Internet)