Após início das aulas, SP quer diminuir acidentes entre entregadores. O governo do estado de São Paulo lançou na segunda-feira (21) o programa Motofretista Seguro.

Esse programa, visa capacitar os motociclistas que fazem entregas.

Concede, também, aos profissionais descontos e linhas de crédito para a troca de veículos e a compra de equipamentos de proteção.

As aulas e o incentivo fiscal têm por objetivo reduzir o volume de acidentes de trânsito que envolvem os Motofretistas e que tiveram aumento nesse período de pandemia com a expansão do serviço de delivery.

De acordo com os dados do Detran-SP apresentados ontem, a média diária de acidentes com motociclistas, que era de 19 entre janeiro e agosto de 2019.

Entretanto, dobrou neste ano e passou para 40.

O aumento da curva começou em abril e coincide com o início da pandemia.

Os óbitos no trânsito de todo o estado registraram queda histórica neste ano, menos entre os motociclistas.

Que continuam morrendo mais – são 35% das vítimas nos acidentes fatais e 57% das que ficam com sequelas.

De acordo com as informações do Infosiga (que registra os acidentes no estado), entre 2019 e 2020, o número de óbitos caiu entre ciclistas e pedestres.

Os números se mantiveram estáveis entre os ocupantes de carros, mas cresceu entre os motociclistas – de 172 para 184.

“O objetivo desse programa é melhorar a formação, as condições de trabalho, reduzir o número de acidentes e óbitos e oferecer o micro crédito para esses trabalhadores que operam com motocicletas”, disse o governador João Doria (PSDB).

Ainda de acordo com o Detran-SP, o programa vai oferecer cursos gratuitos de capacitação e de aperfeiçoamento.

Essas são as opções para a regularização da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e linhas de créditos especiais para a renovação de veículos.

Esse crédito também se estende para a compra de novas motocicletas e equipamentos de segurança.

Doria disse contar com o apoio do setor Motofretista

“Tenho certeza que as empresas de aplicativo saberão respeitar, não apenas a legislação, mas o trabalho e a vida dos seus profissionais.” 

*Com colaboração de conteúdo de Metro Jornal

Visite nossa página Acontece Agora no Facebook e faça parte da nossa comunidade.

Conheça a Página Inicial do Nosso Site para conhecer as notícias do dia!