O programa ofereceu na Praça Lions Clube três dias de difusão social de valores com dezenas de serviços gratuitos, ou seja, quinta-feira, 28, sexta-feira, 29, e sábado, 30, das 9h às 15h.

Localizada entre a Avenida Barão de Alagoas e a Marechal Tito, a praça recebeu serviços e políticas públicas com a 2ª Edição do “Mutirão da Cidadania Inclusiva” com objetivo de promover políticas públicas integradas, focadas na prevenção social.

Com o apoio da Subprefeitura Itaim Paulista, do Sindicato dos Comerciários e da União Geral dos Trabalhadores (UGT) , a ação foi desenvolvida pela Secretaria Municipal de Relações Sociais, em parceria com as Secretarias de Direitos Humanos, Esporte e Lazer, Pessoa com Deficiência, Saúde, Verde e Meio Ambiente e Cultura.

Quem passou lá na Praça Lions aproveitou o mutirão com muitas atividades e serviços gratuitos, também através de parceiros como o CIC Leste (Centro de Integração da Cidadania) e Ação Social Regina, com um vasto time de voluntários para oferecer serviços como emissão de 2ª via de documentos, cortes de cabelo feminino e masculino, limpeza de pele, design de sobrancelhas, práticas de esportes, como danças, roda de capoeira e artes marciais, distribuição de livros, inclusive espaços de recreação para crianças, com direito a pipoca e algodão-doce.

Com a participação da Unidade Móvel do Sindicato dos Comerciários, o evento teve serviços de saúde bucal, testes de glicemia, índice de massa corporal, aferição de pressão arterial e testes de visão. Inclusive, para os estudantes que buscam colocação profissional, nos três dias puderam se candidatar para vagas oferecidas pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).

No dia 28, primeiro dia do Mutirão, outro serviço legal foi a Paraoficina Móvel, que atendeu exclusivamente pessoas que precisam de manutenção e reparos em cadeiras de rodas, órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, como muletas, bengalas e andadores.

Palestras sobre diversos assuntos também chamaram a atenção, como a oficina para aprender a fazer sabão. Além do Ônibus Lilás, que foi mais um aliado ao prestar atendimento às mulheres vítimas de violência através da equipe de atendimento multiprofissional, composta por assistente social, psicóloga e advogado.

Fonte/fotos: Subprefeitura Itaim paulista