Na Av Paulista só se ouvia “Quem tem medo do Coronavirus?”

0
157
Foto: Patrícia Figueiredo/G1

Os avisos do perigo da pandemia do novo coronavirus não foram suficientes para não levar os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro a ocupar a Av Paulista com a Rua Pamplona, nesse domingo (15).

Um cartaz com os dizeres Movimento Direita Conservadora era exibido em um caminhão de som. O grupo pedia a prisão do presidente da câmara dos deputados Rodrigo Maia, Dias Toffoli que é o presidente do Supremo Tribunal Federal e de João Dória, Governador do Estado de São Paulo (PSDB).

Lideradas pelo partido do vice presidente da república, Hamilton Mourão (PRTB), gritavam “Quem tem medo do Coronavirus?, “Cada um aqui vale por 10.”

Os manifestantes gritavam que João Dória não tentou impedir o Carnaval nem a Parada Gay, mas tentou impedir esse movimento que aconteceu ontem. O grupo também chamou a pandemia do coronavirus de “Farsa”, o uso de máscara era baixo entre os manifestantes. Segundo o Ministério da Saúde, existem 176 casos da doença no Brasil.

Muitos pré-candidatos do PSL estavam presentes no movimento pró Bolsonaro já fazendo campanha. Podemos citar como exemplo o pré-candidato a vereador da cidade de São Caetano do Sul, Giovani Falconi.

O grupo irá pagar multa por colocar um carro de som na Av Paulista, informou o coordenador do movimento Gabriel Yacobi, que conseguiu arrecadar com os participantes a quantia de R$ 11.800,00 para o pagamento da multa. A contagem do dinheiro foi transmitida ao vivo por uma rede social.