Novas especificações aproximam combustível brasileiro do vendido na Europa e garantem maior qualidade

Começa a valer nesta segunda-feira (3) o novo padrão para a gasolina no Brasil. Com as novas especificações, o combustível brasileiro fica mais próximo ao vendido na Europa e garante mais economia e potência para os carros, de acordo com a Agência Nacional de Petróleo (ANP). 

As novas regras valem para o tipo C (comum) e premium, usado em carros importados e esportivos. Toda a gasolina comprada a partir de hoje por distribuidoras brasileiras deve atender a novos parâmetros técnicos de destilação, octanagem e massa específica estabelecidos pela ANP. A mudança deve facilitar também a fiscalização de adulterações no combustível.

Distribuidoras e postos brasileiros têm, respectivamente, os prazos de 60 e 90 dias para vender o estoque antigo do combustível. Segundo a Petrobras, responsável por 90% da gasolina vendida no País, a produção já segue os novos parâmetros e atende, inclusive, a exigências que só entrarão em vigor a partir de 2022.

Fonte: TV Cultura / Imagem em destaque: Pexels