- Propaganda -spot_img
InícioBem-estarNúmero de bebês nascidos em casas de parto humanizado em SP aumenta...

Número de bebês nascidos em casas de parto humanizado em SP aumenta 22% durante a pandemia

- Propaganda -spot_img

Foram 643 crianças nascidas em 2020 nas unidades municipais da capital. Aumento da procura se deve a desejo que as gestantes têm de se resguardar e não ter contato com possíveis pacientes com Covid-19, de acordo com a Prefeitura.

O número de bebês nascidos em casas com parto humanizado na cidade de São Paulo aumentou 22,5% durante a pandemia, de acordo com a Prefeitura. Foram 643 crianças nascidas em 2020 nas duas unidades municipais da capital.

Na Casa de Parto de Sapopemba, localizada na Zona Leste, a quantidade de bebês nascidos subiu 85,6% entre março e dezembro de 2020, em relação ao mesmo período do ano anterior – de 118 para 219.

Na Casa Ângela, localizada na Zona Sul, o número de nascimentos pulou de 407 para 424 – um aumento de 4,2%.

Essa procura, segundo a gestão municipal, se deve ao desejo que as gestantes têm de se resguardar e não ter contato com possíveis pacientes com Covid-19 – mais presentes em hospitais regulares que têm maternidades.

Em Sapopemba, além dos procedimentos de higiene, o protocolo também é rígido. Na hora do parto, no máximo dois acompanhantes podem participar – e devem ser paramentados com equipamentos de proteção individual. Após o parto, apenas um pode permanecer junto à mãe e ao bebê.

As casas, que seguem as recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS), recebem gestantes de baixo risco para acompanhamento e pré-natal, a partir de 28 semanas de gestação na Casa Ângela e 37 semanas de gestação em Sapopemba.

Após o nascimento, as duas instituições realizam os exames de triagem neonatal como Teste do Pezinho, Teste Congênito de Cardiopatia na alta, Teste da Língua, Tanu (Triagem Auditiva Neonatal Universal) e Reflexo Vermelho Oftálmico. Os bebês e as mamães continuam sendo acompanhados pelas casas por um período de um ano após o nascimento.

Tanto a Casa Ângela quanto a Sapopemba atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) totalmente gratuitamente.

- Propaganda -spot_img
Deve ler!
- Propaganda -spot_img
Notícias relacionadas
- Propaganda -spot_img

Deixe uma resposta.

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui