Espaço verde vai aumentar a permeabilidade do solo na região

A Prefeitura de São Paulo entregará à população o maior sistema de jardins de chuva da área central, localizado no eixo da Rua Major Natanael, no Pacaembu, Zona Oeste. Serão cinco jardins, com área de 2.300 m², que terão a função de ampliar a permeabilidade urbana. 

Com o objetivo de levar mais verde para São Paulo, serão plantadas mais de 14 mil mudas de vedélias e agapantos, além de grama esmeralda e mudas arbóreas variadas como de ipês roxo e branco, mirindiba, dedaleiro, alecrim-de-campinas e jerivás.

Segundo o arquiteto paisagista da Subprefeitura Sé, André Graziano, o novo espaço verde minimizará os efeitos do escoamento superficial de águas de chuva. “A ideia é transformar um canteiro central, que antes era feito de asfalto, em um belo jardim e que tem uma capacidade aproximada de reservar 5% da água que o piscinão do Pacaembu reserva em uma chuva forte. Outro ponto positivo é o custo ser menor em relação a uma obra de um porte do piscinão, com uma paisagem urbana muito mais interessante”, explica Gaziano.

As equipes da Subprefeitura da Sé estão trabalhando no local há dois meses. Entre remoção de asfalto e escavação dos jardins, já foram retirados mais de 150 m3 de material. A escavação é necessária para ampliar a capacidade de retenção no local. Estas “caixas de água” subterrâneas são então preenchidas com rachão, brita e entulho reciclado, o que aumenta os “vazios” do solo. Sobre esse material poroso é recolocada a terra, com composto orgânico municipal e as mudas de vegetação, como árvores, palmeiras, arbustos e forrações, predominantemente nativas.

“Antes do plantio, nós preparamos o solo e enriquecemos o mesmo com um composto que é produzido no nosso pátio de compostagem da Subprefeitura Sé. É um composto riquíssimo e ele é feito a partir de restos de frutas, legumes e verduras de feiras aqui da região central, juntamente com restos de poda”, explica o biólogo Rodrigo Soares da Silva.

Jardins de chuva em números:
• Área total de 2.300m² pronta para o plantio;
• O maior jardim está no canteiro central da Rua Major Natanael, outros cinco menores estão nas laterais da via;
• Mais de 100 funcionários foram mobilizados para a construção dos jardins;
• Quatro equipes farão o plantio de mais de 14 mil mudas;
• Dois meses de trabalho até criação do espaço;
• 15 árvores, como jerivás, ipês roxo e branco, mirindiba, dedaleira, alecrim-de-campinas estão sendo plantados no local;
• Duas equipes de logradouro realizaram a reforma de guias, sarjetas e passeio ao redor do local;
• Foram despejados 2 caminhões de composto orgânico nos jardins;
• Uma equipe de irrigação responsável por regar o espaço quatro vezes por semana no mínimo (uma média de 30 mil m³ de água utilizados semanalmente).