O pontífice diz que “o telefone celular é uma droga”

Foto: Agência Brasil/Reprodução

O papa Francisco foi fazer um discurso para estudantes no instituto público Ennio Quirino Visconti, escola secundária clássica de Roma, e aproveitou para pedir aos jovens que se “libertem da dependência” do telefone celular, que é “como uma droga”. 

“Libertai-vos da dependência do celular! Por favor!”, clamou Francisco neste sábado (13) no Vaticano.

Ele ainda explicou “que os telefones celulares são um grande progresso de grande ajuda, e é preciso usá-los, mas quem se transforma em escravo do telefone perde a sua liberdade”.

“A vida é comunicar e não somente simples contatos”, disse Francisco. Na ocasião, ele também pediu aos estudantes que lutem contra o assédio escolar, que é como “uma guerra” e depois confessou que lhe dói saber que, em muitos colégios, existe este fenômeno.

Papa Francisco- Imagem internet

O pontífice também falou de amor, inclusão e diversidade, alertando sobre uma vida afetiva com pudor e fidelidade. 

Francisco recomendou: “Amar com pudor e não descaradamente, e ser fiel. O amor não é um jogo e é a coisa mais bela que Deus nos doou.” 

“O diálogo entre as diferentes culturas enriquece um país, enriquece a pátria, e nos faz olhar para uma terra de todos e não só para alguns”, pontuou. 

Fonte: Agência Brasil/Destak

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui