Pedido recomenda estudos para suspensão de atividades, com ressalvas às de caráter médico e sanitário, como o transporte e abastecimentos de remédios

O prefeito de Guarulhos, Gustavo Henric Costa, encaminhou, na quinta-feira (19) um pedido ao governo federal pedindo o fechamento imediato do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. Ele pediu a tomada de medidas preventivas urgentes no maior aeroporto do país para combater a propagação do coronavírus.

O pedido recomenda estudos para o imediato fechamento do aeroporto, bem como a suspensão de suas atividades, com ressalvas às de caráter médico e sanitário, como o transporte e abastecimento de remédios e transplantes, entre outras ações que não podem sofrer interrupções.

No pedido, o prefeito reforçou ainda as ações de triagem e prevenção em outros aeroportos do mundo. O aeroporto de Guarulhos é o maior do país e da América do Sul, sendo o segundo mais movimentado da América Latina em número de passageiros.

O pedido leva em consideração a proteção de milhares de passageiros que passam diariamente pelos terminais de embarque e desembarque do aeroporto, bem como a saúde de cerca de 30 mil funcionários de que forma direta ou indireta trabalham no local.

O prefeito acredita que o município reforça o compromisso com a prevenção ao novo coronavírus, que vem avançando no território nacional, e intensifica suas ações de acordo com as normas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de demais órgãos nacionais.