Objetivo é atender idosos e pessoas com doenças crônicas, reduzindo a necessidade de deslocamento do público

Em mais uma ação de combate ao coronavírus, a Prefeitura de São Paulo fará a distribuição de 1.400 cestas básicas para entidades assistenciais cadastradas no Banco de Alimentos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, que atendem pessoas em vulnerabilidade social, idosos e com doenças crônicas. Os mantimentos, que começaram a ser entregues nesta quinta-feira, 26 de março, foram doados pelo Grupo Carrefour.

“O Banco de Alimentos está aberto para receber doações de empresas, entidades e também das pessoas que querem ajudar neste momento de quarentena em que muitas famílias perdem sua renda e não conseguem até mesmo comprar a própria comida”, destaca a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso. “Nossa equipe está pronta para receber, selecionar, separar e distribuir os alimentos para entidades assistenciais que atendem a população mais carente”, completa.

As primeiras 500 cestas básicas foram entregues para associações localizadas no Jaguaré, zona oeste da cidade, e vão atender cerca de 2 mil pessoas. Os pacotes contam com alimentos não perecíveis, como café em pó; arroz; feijão; farinha; açúcar; pão; óleo de cozinha e até biscoitos.

Entrega das cestas básicas

Parte das entidades não possuem condições para retirar os alimentos no Banco de Alimentos, que está localizado na Vila Maria, zona norte. Para suprir a necessidade, quatro vans e dois caminhões de pequeno porte do Banco de Alimentos da Prefeitura fazem o deslocamento da carga e levam até as associações beneficiadas. A equipe utiliza luvas e máscaras para evitar qualquer tipo de contaminação.

Direcionada apenas para as entidades assistenciais cadastradas pelo Banco de Alimentos, as doações terão continuidade nas próximas semanas, com o objetivo de atender as regiões mais carentes da cidade.

Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico