Encontro reuniu empreendedores selecionados pelo programa Green Sampa que incentiva o desenvolvimento sustentável da cidade

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho iniciou nesta segunda-feira, 17 de fevereiro, o processo de aceleração das 12 startups selecionadas para participarem do Green Sampa. Executado pela Ade Sampa, o programa apoia projetos que promovam soluções para temáticas ambientais na cidade de São Paulo. Na primeira atividade, os empreendedores puderam se conhecer melhor e entender quais serão os passos ao longo do processo de aceleração.

“O objetivo do Desafio Green Sampa é promover a sustentabilidade no município, reduzindo o consumo de recursos naturais na cidade de São Paulo. Além do eixo sustentável, o programa também tem o objetivo de auxiliar e acelerar startups do segmento, promovendo o desenvolvimento econômico no município”, comenta Silvia Cibele, diretora da Ade Sampa.

Com foco em gerar e apoiar alternativas para problemáticas da cidade, o Programa de Desafios de Soluções Inovadoras do Green Sampa conta com projetos em quatro setores: água; clean web; energia limpa e gestão de resíduos sólidos. As 12 iniciativas selecionadas serão aceleradas por meio de encontros e qualificações ao longo de seis meses. Destas, quatro irão receber o aporte financeiro de R$ 25 mil cada ao final do processo.

As atividades são ministradas pela Futurize, empresa especializada em aceleração de negócios contratada pela Ade Sampa para gerenciar o desafio. No primeiro encontro, os participantes do programa tiveram a oportunidade de se apresentar, conhecer os projetos e estabelecer uma rede de contatos.

Além disso, também puderam sobre como será o funcionamento passo a passo da aceleração. Todas as startups terão contato com mentorias sobre negócios, estratégias, produtos, operações, marketing, vendas, pitch, finanças, investimentos e networking.

Green Sampa

O projeto, elaborado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho por meio da Ade Sampa – Agência São Paulo de Desenvolvimento, estimula o desenvolvimento econômico do município por meio do fomento a negócios sustentáveis, tecnologias verdes e qualificação profissional. Atua em quatro eixos: mapeamento de atores locais; acompanhamento e desenvolvimento de startups verdes com desafios de problemáticas da cidade; meetups para integração do setor e; qualificação no eixo da sustentabilidade.