As oficinas oferecem capacitação em seis diferentes categorias temáticas. Elas serão ministradas e planejadas por 32 agentes formadores.

O prefeito Bruno Covas anuncia hoje (13/09) o início das atividades de formação de novos agentes de Governo Aberto da Prefeitura de São Paulo com a realização de oficinas gratuitas nas 32 subprefeituras da Capital. Trata-se da 4ª edição do programa Agentes de Governo Aberto cujo objetivo é disseminar e descentralizar conceitos, ferramentas e práticas da agenda de Governo Aberto. O programa é coordenado pela Secretaria do Governo Municipal, em parceria com a Controladoria Geral do Município e a Secretaria Especial de Relações Sociais.

Este ano, as oficinas oferecem capacitação em seis diferentes categorias temáticas. Elas serão ministradas e planejadas por 32 agentes formadores escolhidos em processo de seleção que vão receber bolsas no valor bruto de até R$ 6 mil para planejar e ministrar as oficinas entre 12 de setembro e 15 de dezembro. Elas integram o Objetivo Estratégico 34 do Programa de Metas 2019/2020, que pretende fortalecer o Governo Aberto na Cidade de São Paulo.

Os projetos dos 32 Agentes de Governo Aberto oferecidos este ano foram selecionados entre 127 inscritos no Edital de chamamento publicado em junho pela Prefeitura de São Paulo. Após avaliação dos projetos e dos currículos dos candidatos, 56 projetos foram convocados para a segunda etapa da seleção, que contou com uma avalição prática de desempenho didático, de caráter eliminatório e classificatório, na presença de uma banca examinadora, que teve a finalidade de verificar os conhecimentos e o desempenho didático do projeto.

Para todo cidadão paulistano interessado em acompanhar a administração municipal, as oficinas vão ensinar gratuitamente, entre outras coisas: educação fiscal e transparência orçamentária para participação social; como visualizar dados, montando mapas, com base nas informações disponíveis no Portal da Transparência da Prefeitura. Dentre as novidades haverá oficinas a respeito dos procedimentos administrativos e burocráticos da Administração para contratação pública e licitações, fomentando a participação cidadã nos programas, projetos e políticas públicas. E, também, relacionadas a processos do Poder Legislativo e Executivo, meios de sugerir e influenciar a atividade dos legisladores e dos gestores de políticas públicas atendendo às exigências éticas e de programas de integridade.

As atividades começaram ontem, quinta-feira (12/09) com a oficina “Descentralização – Controle Popular do Orçamento Público”, no auditório da Subprefeitura da Penha. No mesmo dia também  começaram oficinas no CEU Cantos do Amanhecer, CEU Paraisópolis, CEU Jaguaré. O calendário das atividades, que será atualizado diariamente, pode ser acessado no link  bit.ly/oficinasagentes2019 .