Serão investidos mais de R$ 8 milhões em diversas áreas que promovem a sustentabilidade

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de São Paulo publicou nesta quarta-feira, 18 de setembro, a portaria que cria o Green Sampa, programa que irá incentivar o desenvolvimento econômico sustentável do município, por meio do fomento a negócios sustentáveis, tecnologias verdes e qualificação profissional.

O programa foi lançado durante a II Conferência Internacional Cidades Sustentáveis, promovida pelo Banco Mundial, que contou também com um seminário sobre Oportunidades de Negócios Ambientais na Cidade de São Paulo com especialistas em saneamento, energias renováveis, resíduos sólidos e financiamento.

O Green Sampa atuará em quatro eixos: mapeamento de atores locais; acompanhamento e desenvolvimento de startups verdes com desafios de problemáticas da cidade; meetups para integração do setor e; qualificação no eixo da sustentabilidade.

“Queremos transformar São Paulo no maior e mais importante hub de negócios ambientais e cleantechs na América do Sul, acolhendo empresas e investidores do mundo todo, gerando empregos e oportunidades para empreendedores de todos os portes na cidade”, destaca a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

A Prefeitura destinou para as ações do Green Sampa cerca de R$ 8 milhões. O valor engloba o planejamento e execução de ações, entre elas mapeamento de atores, acompanhamento e desenvolvimento de startups verdes, hackathons e mentorias para o fomento de negócios sustentáveis, desafios que buscam soluções para problemáticas da cidade, encontros de conexão de startups com possíveis empresas investidoras, poder público e interessados no universo cleantech, qualificação profissional de mais de 2.000 pessoas, turismo ecológico, agricultura de base ecológica, além da possibilidade de criação de um espaço Teia dedicado aos empreendedores que atuam no setor.

Também foi criada a plataforma www.greensampa.com.br que irá conectar empresas do setor de economia verde com startups de base tecnologia.

“Com essa plataforma esperamos buscar soluções inovadoras que estão sendo desenvolvidas em cleantechs já constituídas ou mesmo startups que enxergaram a solução tecnológica de um problema que afeta o meio ambiente”, declara a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso. “Uma pesquisa realizada com startups brasileiras de negócios de impacto socioambiental apontou que 46% dessas empresas trabalham com tecnologias verdes. Temos um grande universo a ser explorado, onde podem surgir soluções não só para São Paulo, mas também para o Brasil e o mundo”, complementa.

A plataforma funcionará como um mapa das tecnologias verdes. A Ade Sampa identificará as demandas de empresas privadas e do setor público e cruzará com as soluções inovadoras de startups verdes.

“A plataforma será fundamental para transformar São Paulo em referência no fomento de negócios sustentáveis, desenvolvendo a competitividade e a produtividade de tecnologias verdes, gerando novas oportunidades de negócios com um networking ativo”, declara o presidente da Ade Sampa, Frederico Celentano.

Esses negócios poderão apresentar iniciativas em diversos eixos temáticos como água e saneamento; ecoagricultura e segurança alimentar; eficiência e clean web; energias limpas e armazenamento energético; indústria limpa e logística reversa; mobilidade urbana e transporte; parques e áreas verdes; qualidade do ar; resíduos sólidos, entre outros.

A iniciativa é desenvolvida por diversos setores da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, pela Ade Sampa – Agência São Paulo de Desenvolvimento e conta com a parceria da Grant Thornton, uma das maiores empresas de auditoria, tributos, consultoria, transações e BPS, das Secretarias Municipais de Verde e Meio Ambiente, Relações Internacionais e Subprefeituras.

“Acreditamos que a inovação é capaz de potencializar o desenvolvimento de novas oportunidades de negócios. Auxiliar na interligação da Prefeitura da maior metrópole do país com startups e grandes empresas para o desenvolvimento de soluções sustentáveis, inovadoras e tecnológicas é o papel da Grant Thornton nessa iniciativa”, afirma Daniel Maranhão, country manager da Grant Thornton Brasil.

Durante o evento, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho assinou um protocolo de intenções com a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, que tem como objetivo contribuir com o desenvolvimento sustentável do Estado de São Paulo, por meio do Green Sampa.

“Se trabalharmos em conjunto, com empresas, poder público e sociedade civil, teremos a oportunidade de instalar nos estados e municípios as melhores práticas de gestão ambiental. São Paulo é uma grande potência para trazer cases de sucesso para que possamos replicar essa iniciativa para todo o país”, declara o subsecretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Eduardo Trani.

Atuação

Durante o mapeamento serão realizadas pesquisas e curadorias de iniciativas verdes que atuam com a implementação de tecnologias limpas e o fomento de negócios sustentáveis.

O Programa de Desafios de Soluções Inovadoras será voltado à geração de novas soluções para o desenvolvimento sustentável, que lançará desafios com problemáticas da cidade, premiando e acompanhando o desenvolvimento das ideais e projetos selecionados.

Já os meetups promoverão a integração dos participantes do setor com trocas sobre inovação e geração de oportunidades de atuação em rede. Os encontros de conexão serão realizados entre startups, possíveis empresas investidoras, poder público e interessados no universo cleantech.

A Fundação Paulistana irá lançar três editais para o fomento de projetos de qualificação profissional voltados ao eixo de sustentabilidade. Serão realizados cursos presenciais de turismo ecológico, agricultura de base ecológica e reutilização de resíduos sólidos. Mais de R$ 1,1 milhão serão investidos para o desenvolvimento dos projetos, impactando na qualificação de mais de 1.300 pessoas.

Sobre a Ade Sampa

A Agência São Paulo de Desenvolvimento, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, promove o desenvolvimento econômico sustentável da cidade de São Paulo, por meio de soluções colaborativas, inovadoras e inclusivas que fomentem o desenvolvimento local e as vocações econômicas da cidade. A Ade Sampa promove políticas públicas de desenvolvimento especialmente as que contribuem para a redução de desigualdades regionais, competitividade da economia, geração de emprego e renda, empreendedorismo, economia solidária e inovação tecnológica.

Sobre a Grant Thornton Brasil

A Grant Thornton é uma das maiores empresas de auditoria, tributos, consultoria, transações e BPS, com presença em mais de 130 países. No Brasil, reúne um time de 60 sócios e mais de 1300 profissionais, em 13 escritórios nas principais capitais do país, atendendo empresas nas mais variadas etapas de crescimento, desde startups a companhias abertas. Com uma forma de trabalho customizada, combinando excelência, relacionamentos produtivos e custo benefício, a Grant Thornton tem como objetivo desbloquear o potencial de crescimento das empresas. Firma-membro da Grant Thornton International Ltda., conta com uma equipe de especialistas experientes e equipes multidisciplinares e acesso global às mais variadas metodologias, ferramentas e profissionais da rede global da Grant Thornton.