Iniciativa inédita vem ao encontro de demandas da população mais carente

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em uma iniciativa inédita, vai levar aos bairros da Cidade de São Paulo a Paraoficina Móvel, que realizará manutenção e reparos em cadeiras de rodas, órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, como muletas, bengalas e andadores, a partir de 16 de novembro deste ano.

O lançamento da Paraoficina Móvel foi hoje, 07, às 9h30, na frente da entrada do Edifício Matarazzo, Viaduto do Chá, 15 – Prefeitura de São Paulo, com a presença de autoridades e parceiros envolvidos no projeto.

A van estará presente nos Mutirões nos Bairros, a partir de 9 de novembro, prestando atendimentos, além de levar orientações, informações e encaminhamentos aos Centros Especializados de Reabilitação (CERs).

A operação da Paraoficina Móvel, uma van customizada com equipamentos, máquinas, ferramentas, peças de reposição e material para os reparos, será feita pela AACD, organização referência na reabilitação e habilitação de pessoas com deficiências físicas e necessidades neuro-ortopédicas, que hoje conta com cinco oficinas ortopédicas no Brasil, todas consagradas pela qualidade na fabricação de produtos ortopédicos.

“Esse projeto nos ajudará a ampliar os atendimentos que realizamos em São Paulo, beneficiando mais pessoas com deficiência física na cidade que necessitam manter em bom estado os seus produtos ortopédicos”, diz Emanuel Toscano, Superintendente de Operações da AACD.

Segundo dados do IBGE, no município de São Paulo há 217 mil pessoas com deficiência física, destas 170.445 possuem grande dificuldade motora e 45.948 só conseguem se locomover com algum tipo de tecnologia assistiva.

A falta de manutenção e de reparos dos equipamentos, muitas vezes, faz com que deixem de ser usados ou continuem sendo usados de maneira precária, o que pode ameaçar a segurança física dos usuários.

Diante deste cenário, a Paraoficina Móvel, com serviços itinerantes, realizará a manutenção necessária e contribuirá para o aumento da durabilidade e funcionalidade das Órteses, Próteses e Meios auxiliares de locomoção (OPMs), impactando positivamente na vida das pessoas com deficiência física que precisam desses recursos.

Para o Secretário Municipal da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato, a iniciativa reforça o compromisso da Prefeitura de São Paulo de tornar a cidade um modelo mundial em acessibilidade e inclusão: “É um modelo inovador! A cidade de São Paulo sendo mais uma vez, referência! O projeto vai atender principalmente pessoas de baixa renda, que contam com o poder público para garantir seus direitos, visando sempre melhora na qualidade de vida e autonomia”.

Como funcionará?

Os serviços serão prestados por dois técnicos especializados em OPMs, em um veículo adaptado com mobiliário e equipamentos específicos. Os atendimentos serão realizados prioritariamente nos Centros Especializados em Reabilitação – CERs, equipamentos de reabilitação da rede municipal de saúde.

A partir de 16 de novembro os Centros Especializados em Reabilitação (CERs) farão o agendamento das pessoas que precisam dos serviços nos dias previstos do cronograma de visitas. No dia marcado, o munícipe deverá apresentar o cartão do SUS e documento RG ou outro documento com foto. As visitas serão realizadas durante a semana, somente em dias úteis, quando poderão ser atendidas até 16 pessoas por dia, dependendo da complexidade do reparo.

O horário de atendimento será das 9h às 17h. Os serviços que não forem possíveis de realização na Paraoficina Móvel serão encaminhados para a Oficina Ortopédica da AACD Ibirapuera.

As unidades de Saúde que realizarão os primeiros agendamentos serão:

• Campo Limpo – R. Gastão Raul Fourton Bousquet, 377;
• Parelheiros – Av. Senador Teotonio Vilela, 8.895;
• Tucuruvi – Av. Zaki Narchi, 357;
• São Miguel – Rua Professor Antonio Gama de Cerqueira, 347;
• Lapa – R. Catão, 420;
• Flavio Gianotti – R. Padre Marchetti, 557;
• CER Sé – Rua Frederico Alvarenga, 259 – 3º andar

Sobre a AACD

Fundada em 1950, a AACD possui uma infraestrutura completa dedicada à reabilitação e habilitação de pessoas com deficiências físicas e necessidades neuro-ortopédicas – composta por um hospital ortopédico, nove unidades de reabilitação e cinco oficinas para fabricação de produtos ortopédicos. Anualmente, realiza cerca de 800 mil atendimentos especializados para pacientes de todas as idades, via SUS, particular e convênios. Conta ainda com as áreas de Ensino e Pesquisa, que dissemina os conhecimentos adquiridos ao longo de sua história aos profissionais de todo o País, e com a inclusão escolar e esportiva, que contribuem para a inclusão da pessoa com deficiência. Acesse: aacd.org.br

Serviço: Lançamento da Paraoficina Móvel
Data: 7 de novembro – quinta-feira
Horário: 9h30
Local: Viaduto do Chá, 15 – Prefeitura de São Paulo

Serviço: Atendimento no Mutirão no Bairro do Itaim Paulista
Data: 9 de novembro – Sábado
Horário: 9h às 15h
Local: Mutirão Itaim Paulista