As 24 unidades da rede passam a contar com equipe de analistas de negócios para orientar quem deseja iniciar um negócio. Novo site já está no ar

A Prefeitura de São Paulo inicia uma nova fase de atendimento às pessoas que buscam um emprego, abrir seu próprio negócio e se qualificar para o mercado de trabalho. Quem utiliza os serviços do Cate – Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo passa a contar, a partir desta segunda-feira, 2 de dezembro, com mais serviços, entre eles atendentes especializados em empreendedorismo, oferta de cursos profissionalizantes presenciais e no novo site, que oferece cursos de curta duração, além de apresentar as vagas de emprego.

Todas as 24 unidades passam a contar com agentes da Ade Sampa – Agência São Paulo de Desenvolvimento para orientar quem deseja começar um negócio ou aprimorar uma atividade já em andamento. Além dos serviços de formalização para o MEI – Microempreendedor Individual, o empreendedor terá maior suporte em um mesmo local de atendimento, onde ele contará com orientações sobre cursos e programas da administração municipal para alavancar sua empresa, além de conhecer os caminhos para obtenção de microcrédito.

“Essa nova fase do Cate foi planejada para proporcionar ao cidadão ampla possibilidade de conseguir gerar renda. Muitas vezes o trabalhador nem cogitou o empreendedorismo como alternativa e não toma conhecimento dos diversos programas que a Prefeitura de São Paulo dispõe para essa finalidade. Temos cursos para pessoas que tem uma ideia de negócio na cabeça, mas não sabe por onde começar, até o suporte completo para a formalização do MEI”, explica a secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

A mudança já ocorre na recepção do cidadão que chega ao Cate. Uma pesquisa rápida estabelece como será os próximos passos do atendimento. Se o cidadão tiver o perfil para negócios, o analista o conduz para os serviços relacionados, composto por atendimentos como formalização do MEI, capacitação, coworking público, entre outros. Caso a opção seja a busca por vagas de emprego, ocorre o direcionamento para os serviços de consulta de oportunidades, qualificação profissional, oficinas de orientação para processos seletivos e currículo pelo Programa Elabora e atendimentos convencionais como seguro-desemprego ou emissão de carteira de trabalho.

A Ade Sampa, que atua em cooperação com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, treinou 50 analistas de negócios, que atenderão as unidades dos Cates e também as 32 Subprefeituras da cidade.

Portal do Cate

Antenada às novas tecnologias, a Prefeitura de São Paulo levará o Cate a um novo patamar, além de ter à disposição 24 postos, o munícipe será integrado ao mundo virtual. “Se em 14 anos foram realizados mais de 15 milhões de atendimentos, com o novo site esse número será duplicado em pouco tempo devido o alcance e uso cada vez mais frequente da internet via smartphones”, destaca Aline Cardoso.

O portal, que pode ser acessado no endereço www.cate.prefeitura.sp.gov.br possibilita a realização de serviços que hoje são presenciais. O portal do Cate contará com EAD – Ensino a Distância para capacitação por meio de vídeo-aulas e também dicas e inspirações para o cidadão escolher uma profissão ou optar pelo empreendedorismo.

Os cursos, totalmente gratuitos, são em áreas com demanda no mercado como tecnologia, gastronomia, saúde e bem-estar, meio ambiente e sustentabilidade, economia criativa, entre outros. Os alunos que finalizarem as capacitações terão direito a certificados emitidos automaticamente pela plataforma. Os cursos foram desenvolvidos pela Fundação Paulistana, entidade vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e conta com a doação de conteúdos de dezenas de empresas e instituições parceiras.

As vagas de emprego também estarão no portal e serão atualizadas periodicamente, permitindo que o trabalhador verifique a oportunidade sem a necessidade de ir à unidade. “A ferramenta foi desenvolvida para a busca pela vaga de emprego se tornar mais objetiva ao trabalhador. Ali ele verifica se a oportunidade está dentro do seu perfil, anota um código de identificação da vaga (ID) e vai ao posto para o processo de seleção. Essa área do site evitará o deslocamento desnecessário do cidadão apenas para verificar as vagas”, salienta a secretária.

Visual

O Cate também está de cara nova. A logomarca foi reestilizada alterando a grafia e as cores. As letras “t” e “e”, que representam trabalho e empreendedorismo, estão conectadas e com a mesma proporção em altura e tamanho, mostrando a igual importância no objetivo de geração de renda.

Com isso, a grafia correta em textos passa a ser Cate, com a primeira letra apenas em maiúsculo.

A nova logomarca recebe a cor azul para proporcionar a seriedade de um serviço consolidado e sólido da Prefeitura, aliado com a cor laranja que estabelece a sensação de confiança e esperança do munícipe na busca de uma vaga de emprego ou no desenvolvimento de sua empresa.

Cate

Criado em 2005, o Cate – Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo é uma rede com 24 unidades espalhadas em todas as regiões da cidade de São Paulo. O Cate integra o Sine – Sistema Nacional de Emprego, o principal programa de intermediação de mão de obra do Brasil. Em 14 anos foram realizados mais de 15 milhões de atendimentos em serviços como seleção de candidatos para vagas de emprego, habilitação do seguro-desemprego, qualificação profissional, emissão de carteira de trabalho, formalização do MEI – Microempreendedor Individual, processos seletivos para empresas, entre outros.

Fonte: Secretaria Desenvolvimento Econômico e Trabalho – PMSP