- Propaganda -spot_img
InícioSaúdePrefeitura vai reativar Hospital Sorocabana após reforma e readequação do prédio

Prefeitura vai reativar Hospital Sorocabana após reforma e readequação do prédio

- Propaganda -spot_img

Com a transferência do edifício para o município, Secretaria da Saúde vai preparar processo de contratação. Novas UPAS e mais um hospital público veterinário no extremo leste da cidade estão previstos.

A Prefeitura de São Paulo recebeu nesta quarta-feira (13), pelo governo do Estado, a transferência de titularidade do prédio do Hospital Sorocabana. A ação possibilita o início do processo de reforma e modernização do imóvel. O primeiro passo da Secretaria Municipal de Saúde é a contratação de empresa especializada para desenvolvimento de projeto de reforma e adequação do prédio às normas de vigilância sanitária vigentes.

No local, atualmente, funciona o Complexo Hospitalar Sorocabana. Entre agosto e setembro de 2020, a administração municipal entregou 55 leitos para pacientes com Covid-19. Foram 49 leitos de enfermaria e outros seis de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), utilizados para estabilização em casos de média complexidade. Administrado pela Organização Social de Saúde (OSS) Associação Saúde da Família (ASF), neste ano foram criadas 41 vagas de leitos de enfermaria, 12 de estabilização e duas de hemodiálise no térreo da unidade. Atualmente, os leitos Covid-19 estão em transição para leitos de clínica médica e acolhimento dos moradores da Lapa e região.

Também funcionam no local, no primeiro piso, um Hospital Dia (HD), com consultas de especialidades médicas e exames de imagem, além de uma Assistência Médica Ambulatorial (AMA) 24h. Na área externa ao bloco hospitalar, há também um Centro Especializado em Reabilitação III (CER).

Com a transferência anunciada hoje, a Prefeitura poderá realizar intervenções na edificação e ampliar a assistência ofertada na zona Oeste da cidade. Por se tratar de edificação tombada historicamente, somente após a conclusão de estudos técnicos, é que deverão ser definidos os serviços e número de leitos possíveis na unidade.

Também ficou acertado que o Governo do Estado vai destinar R$ 17 milhões para o Centro Oncológico Bruno Covas, na Vila Santa Catarina, zona sul da capital. Além disso, R$ 315,5 milhões virão do programa Mais Santas Casas para apoio financeiro a 20 serviços filantrópicos conveniados ao SUS (Sistema Único de Saúde).

Novas unidades

No fim de setembro, a Prefeitura de São Paulo recebeu o prédio do Núcleo de Gestão Assistencial (NGA) do governo estadual. Desde o dia 1º de outubro funciona a 469ª UBS (Unidade Básica de Saúde) do município, com capacidade de cerca de 20 mil atendimentos mensais. A cidade vai receber três novas UPAs, serão instaladas na zona Sul, Norte e Leste.

Em setembro, foram liberados, pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), mais US$ 22 milhões (cerca de R$ 114 milhões) para construção e reformas de unidades, além de investimento em sistema de gestão de unidades, implantação de telemedicina e outros serviços.

Nesta etapa do contrato estão previstas a construção de mais equipamentos de saúde, como Unidades de Pronto Atendimentos (UPAs) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs), além da continuidade das reformas das UBSs. Até o momento, 28 foram concluídas, 58 estão em andamento e duas em fase de concorrência pública. Outras duas serão licitadas novamente em virtude da desistência do vencedor do certame.

Outra demanda da zona leste é a construção de um novo hospital veterinário público. A unidade está prevista para o extremo leste da cidade. O Estado prevê o repasse do recurso para a construção do prédio e a prefeitura entra com o custeio mensal dos serviços prestados. O local ainda será definido.

Com relação aos respiradores, a Pasta recebeu, durante a pandemia de Covid-19, 541 respiradores. Os aparelhos já foram direcionados para os hospitais municipais e são avaliados em R$ 84 milhões.

Imagem em destaque: Fachada do Hospital Sorocabana (Foto: Reprodução/ TV Globo)

- Propaganda -spot_img
Deve ler!
- Propaganda -spot_img
Notícias relacionadas
- Propaganda -spot_img

Deixe uma resposta.

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui