Ação pretende atingir 1,5 milhão de passageiros diários por meio de peças publicitárias dos painéis digitais das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha

A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) e a Prefeitura, por meio da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), se unem para conscientizar mais de 1,5 milhão de passageiros sobre a importância do descarte correto de resíduos, na nova campanha de reciclagem da cidade de São Paulo. Os conteúdos estão veiculados em 120 telas digitais das estações República, Tatuapé, Barra Funda, Consolação, Brigadeiro, Trianon Masp, Paraíso, Luz, Sé, Ana Rosa, Santa Cruz e Brás, totalizando 12 estações. A campanha ficará nesses locais até o dia 26 de outubro.

O Recicla Sampa, movimento lançando em fevereiro deste ano, é composto por diversas ações, entre elas filmes educativos para que um número cada vez maior de paulistanos adote hábitos sustentáveis, como a correta separação dos resíduos. Durante esse ano o movimento adotou outras iniciativas para sensibilizar as pessoas a separarem o lixo em dois: comum e reciclável, como a transmissão da campanha Recicla Sampa nos relógios urbanos de toda capital e também no Aeroporto de Congonhas, onde circulam diariamente mais de 80 mil pessoas entre passageiros, funcionários e acompanhantes.


A Empresa Metropolitana de Águas e Energia – EMAE, também aderiu ao movimento nas duas embarcações que realizam a travessia na Represa Billings. Informativos da campanha com orientações sobre o descarte correto de resíduos foram fixados nas balsas com o objetivo de conscientizar os 48 mil passageiros que utilizam o transporte mensalmente.

Essas ações ocorreram em atendimento às metas de resíduos dos serviços de transportes, previstas no Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos- PGIRS do Município.

Sobre o Recicla Sampa

O Movimento Recicla Sampa foi criado para promover o aumento da quantidade de materiais recicláveis e diminuir o volume dos resíduos enviados aos aterros sanitários da capital paulista. A plataforma, lançada em fevereiro deste ano, é resultado da parceria entre Loga e EcoUrbis, concessionárias de limpeza urbana de São Paulo, e conta com o apoio da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), responsável pela regulação dos contratos de limpeza.

Sobre a AMLURB

Desde 2002 entrou em vigor a lei número 13.478, na qual houve a criação da AMLURB – Autoridade Municipal de Limpeza Urbana, um órgão regulamentador encarregado pela gestão dos resíduos e limpeza urbana da cidade de São Paulo. A autarquia é vinculada à Secretaria Municipal das Subprefeituras, da Prefeitura de São Paulo e presta serviços com o intuito de proporcionar melhor qualidade de vida aos munícipes de São Paulo.

Dentre os serviços públicos prestados estão a conservação e limpeza dos bens de uso comum do Município, limpeza de áreas públicas em aberto, varrição e lavagem das vias, viadutos, praças, túneis e etc; capinação e roçada do leito de ruas, coleta de Resíduos Domiciliares até 200 litros, coleta de Resíduos da Construção Civil – RCC até 50 kg; coleta de Restos de Móveis e utensílios até 200 litros (Cata Bagulho), coleta de Resíduos de Serviços de Saúde e coleta Seletiva (Recicláveis).